A Campainha do Apocalipse

Um amigo me perguntou se eu considerava uma boa ideia para uma história de ficção a possibilidade de magicamente matar as piores pessoas do mundo todas de uma vez, até o limite de cinco por cento da população. Eu não gosto de soluções mágicas, então, como você deve estar a imaginar, convenci-o a encontrar outra…

Silêncio

Evaldo compraria todo o seu dinheiro em silêncio, se houvesse à venda em alguma loja. Costumava dizer aos amigos que no ruído estava a origem de todo o mal que havia no mundo. Eles achavam que era apenas uma frase de efeito, mas era algo que ele dizia para si mesmo com frequência — como,…

Os Dândis do Congo

“The Congo Dandies”, do canal Russia Today, abriu meus olhos para um fato que eu até já intuía, mas que nunca racionalizara, muito menos verbalizara: o impacto que a ideologia consumista tem sobre as culturas do mundo em desenvolvimento, notadamente gerando situações em que o fetiche da mercadoria *cria* subculturas. Infelizmente ainda não legendado em…

Ser “Gênio” em uma Sociedade Ignorante

Se concordarmos com Jiddhu Krishnamurti, que disse não ser grande prova de sanidade estar ajustado perfeitamente a uma sociedade doente, podemos assumir como corolário desta afirmação que “não é grande prova de genialidade ser reconhecido como brilhante por uma sociedade apagada”. A sociedade brasileira é majoritariamente composta por pessoas apagadas, episódios como o que acaba…

Um Milhão de Motivos para Matar um Gatinho (ou um Mandarim)

Perguntaram-me se eu mataria um gatinho por um milhão de dólares. Bem, eu mataria (intransitivamente) por um milhão de dólares, desde, é claro, que o pudesse fazer de maneira limpa. Não me critique, você também faria o mesmo. Todos pensamos utilitariamente, e consideramos mais as consequências do que os meios. O que nos impede, em…

Sobre a Necessidade de Discutir com Idiotas

Alfred Russell Wallace, um respeitado cientista inglês do século XIX, que havia descoberto a evolução por seleção natural antes de Charles Darwin, certa vez ficou injuriado com um anúncio publicado em uma revista local por um sujeito chamado John Hampdem, que tinha mais dinheiro do que cultura, na qual se desafiava qualquer cientista a provar…

A Vaidade

O problema do escritor é a vaidade. Existe uma obsessão pelo profissionalismo que se deve principalmente à vaidade: é preciso ser, ou parecer, profissional. Todos querem ser pagos pelo seu “talento” e acreditam na teoria “televangelista” da “semente” e pagam seu “dízimo” para o deus-mercado editorial na esperança de que seu investimento hoje atraia os…