Pequenas Inconveniências da Vida Quotidiana

Às vezes o dedinho do pé engancha num pé de mesa quando você está andando descalço.

Quando corto minhas unhas, os pedaços saltam e caem aleatoriamente pelo chão. Como sou muito míope, não acho os pedaços de jeito nenhum e preciso varrer o cômodo todo.

Quando eu me barbeiro, ou me corto ou fico com a pele ardendo miseravelmente. Quando me corto eu também fico com a pele ardendo miseravelmente, só que o corto me incomoda mais.

Adoro broa de fubá, mas odeio erva-doce. Toda padaria que eu conheço só faz broa de fubá com erva-doce.

Minha pizza favorita quando saio com a família é aquela que minha mulher e minhas filhas deixam para eu comer porque não gostaram do sabor que escolheram, preferiram o que eu escolhi.

O ventilador do carro sopra ártico quando o ar-condicionado está ligado, mas sobra bafo de Satanás quando ele está desligado.

Todo carrinho de supermercado tem uma roda presa, exceto aqueles que os outros fregueses estão conduzindo.

Vinho suave é sempre doce demais, mas o vinho seco é amargo demais.

Os produtos que vencem primeiro sempre vão parar misteriosamente na parte de trás da geladeira.

Gosto muito de biscoitos recheados de limão. O resto da família diz que odeia, que preferem recheados de morango. Sempre que eu compro biscoitos recheados, trago um de limão para mim. Este será sempre comido, entre caretas, por uma de minhas filhas ou pela minha mulher. Para mim sempre sobra um de morango.

Queijo minas é muito gostoso no dia em que você o compra. No dia seguinte o frescal ficou azedo e o curado já ficou amargo.

Menos de uma semana depois que comprei minha televisão enorme com tela de cristal líquido ela ganhou um arranhão na tela. É quase invisível quando a tevê está ligada, mas eu insisto em ficar procurando o arranhão para me certificar de que ele está lá.

Os piores carros que já tive foram os que eu demorei mais tempo para trocar.

Tenho o sono leve, e uma casa onde há uma escada de madeira que estala nas madrugadas silenciosas.

Tenho pássaros de estimação. Ou melhor, eles me têm. Assim como um cão urina no território para marcá-lo, toda vez que eu lavo o carro os meus queridos penosos refazem a linda decoração de bosta que ele sempre carrega na lataria.

Sempre chove quando eu lavo o carro. Exceto se eu lavar o carro porque o tempo está seco demais.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *