Analisando a Letra: 1 – Charlie Brown Junior

Pediram-me dia desses para analisar a letra de “Ela Vai Voltar”, do Charlie Brown Jr. Gostei da brincadeira e fiz a análise. Se os leitores do blog gostarem, continuo fazendo outras. As canções do Charlie Brown Jr. não se caracterizam pela sua coerência e nem pela profundidade dos assuntos abordados. Muito menos pelo bom tratamento…

A Era da Legoratura

Em 19/06/2019 a revista Úrsula publicou este meu artigo que aborda a questão da utilização da Jornada do Herói como uma ferramenta de criação em vez de uma forma de análise. Recomendo fortemente que você leia e comente lá. Haverá uma segunda parte.

Um Faroeste Farofeiro

Francamente, eu poderia escrever uma resposta inteira só a respeito de letras ruins da Legião Urbana, um grupo que transformou a sua maior fraqueza (a lírica) na suposta marca maior de sua qualidade (Renato Russo, “o poeta do rock”). Poderei, se algum dia me pedirem, por hoje eu me limito a Faroeste Caboclo, o “hino”…

A Arte Que A Gente Não Entende

Você já parou para pensar que algumas pinturas parecem um monte de rabiscos ou manchas de tinta que até uma criança seria capaz de fazer, mas são, ainda assim, valorizadas em milhares ou milhões? Ao mesmo tempo, você já se deu conta de que há artistas que produzem obras de uma incrível beleza, mas estão…

A Hipocrisia do Relativismo Crítico

Gosto de ver quando tantos jovens ofendidos desancam aqueles que criticam os estudos de literatura. Em geral jovens universitários que cursam essas maerias e que sentem a água bater na bunda quando a validade de seus diplomas é posta em questão. Mas eu gostaria mais se esses mesmos revoltados reconhecessem uma obviedade: essas ideias de…

Os Perigos do Relativismo da Crítica Literária

Existe um certo revanchismo contra as ciências humanas em geral — e as artes em particular — que se manifesta em ataques os mais diversos. Há vezes em que esses ataques partem, lamentavelmente, da esquerda, mas; no momento atual, em que a esquerda está praticamente incapacitada de dirigir o debate cultural, limitando-se a reagir quando…

Podemos Ainda Perguntar Algum Porquê?

Toda criança já teve a fase filosófica em que perguntava o “porquê” de cada coisa. Há um determinado momento da vida em que desejamos ativamente participar do entendimento do mundo, penetrar o universo das respostas, aparentemente habitado pelos adultos. Perguntamos os porquês de cada coisa que nos entristence, fascina, amedronta ou seduz. Não é uma…

Não Matemos os Livros por Causa de Nossos Pecados

Eu entendo muito bem quem se ressente da existência de “sexismo”, “racismo”, ou puro mau-caratismo em obras literárias (ou quaisquer outras), mas acredito que essas pessoas padecem de um imenso equívoco quando começam a focar nessas imperfeições das obras literárias do passado. Não chego a dizer que é “mimimi” (mesmo me coçando a língua para…

O Que Fazer com a Arte de Pessoas Execráveis?

Com o recente terremoto de acusações de assédio sexual contra personalidades do mundo do cinema voltou à baila um antigo debate, nunca inteiramente superado, sobre a maneira como a sociedade deve lidar com a obra de pessoas que se mostraram detestáveis. Esse debate talvez tenha sido feito pela primeira vez de maneira ampla após a…

A Literatura Moderna não é nada além de uma Salada de Palavras Anti-Intelectual

Tradução do artigo de Kitten Holiday para o Writing Cooperative, com autorização. Esta semana dois autores de meu círculo estavam preocupados com a mesma questão: Por que a literatura moderna é tão ruim? Pelo que eu sei, esses dois autores não se conhecem. Eles estão em círculos políticos parecidos (direitistas, conservadores) mas em diferentes círculos…