Não Matemos os Livros por Causa de Nossos Pecados

Eu entendo muito bem quem se ressente da existência de “sexismo”, “racismo”, ou puro mau-caratismo em obras literárias (ou quaisquer outras), mas acredito que essas pessoas padecem de um imenso equívoco quando começam a focar nessas imperfeições das obras literárias do passado. Não chego a dizer que é “mimimi” (mesmo me coçando a língua para dizer), mas que são três os problemas desse entendimento: Anacronismo — frequentemente queremos cobrar de autores do passado um conhecimento que eles não poderiam ter. Non Sequitur — a incapacidade […]

Como Mudar a História com uma Letra

O escritor e tradutor português Jorge Candeias sugeriu em seu perfil do Facebook um joguinho besta, mas interessante como exercício imaginativo. Tão interessante que está rolando há três dias e já chegou a mais de 300 postagens. A ideia é “estragar”, ou seja, perverter de forma evidente, um título perfeitamente bom de uma obra literária conhecida **alterando apenas uma letra**, seja pela adição, pela subtração ou pela substituição. Na qualidade de participante do tópico, deponho aqui também as minhas contribuições e aqui vai a lista […]