O Relativismo como Inimigo da Democracia

A associação entre o relativismo e o autoritarismo foi feita pela primeira vez por Allan Bloom, em The Closing of the American Mind (“O Fechamento da Mentalidade Americana”, que ganhou no Brasil o estranho título de “O Declínio da Cultura Ocidental”). Essa obra tem o estranho subtítulo “Como o Ensino Superior Traiu a Democracia e Empobreceu as Almas dos Estudantes”. Para aquele autor, a ideia de que haveria versões concorrentes e igualmente válidas dos fatos históricos seria uma estratégia dos conservadores, dos fascistas e dos […]

O Pior Guitarrista do Mundo?

A humanidade não cessa de me decepcionar. A baixeza moral de que os seres humanos são capazes consegue ser, às vezes, tão deprimente, que você se sente tentado a rezar pela vinda de um meteoro que livre esse infeliz planeta de uma espécie tão patética. Hoje tomei conhecimento da história do “pior guitarrista do mundo”, Richard Benson, e tive a certeza de que o mundo moderno potencializou a monstruosidade moral… com um senso estético. Benson é um músico inglês radicado na Itália, onde fez carreira […]

Sinais de que o relacionamento pode ter mesmo acabado

Já fazem três dias desde que ele/a saiu de casa e não ligou de volta e nem voltou para buscar o resto de seus pertences que não levou. Você ligou, o número estava fora de área ou desligado. Falando nisso, os pertences que ficaram são principalmente roupas velhas, móveis grandes demais para serem carregados, eletrodomésticos muito usados e calçados estragados. As contas dele/a nas redes sociais estão ativas, porque você vê notificações de amigos em comum e ainda consegue segui-lo no Twitter, mas ele/a está […]

Como o Facebook Matou a Blogosfera Literária

Se você não paga pelo serviço, quem está sendo negociado é você. Quando surgiram as redes sociais, no início do milênio, elas pareceram ser a solução para um antigo problema que afetava a vida cultural brasileira: a dispersão pelo imenso território nacional do grande, mas rarefeito, universo dos interessados por formas de arte menos populares. Pareceu, por um breve momento, que esta tecnologia traria a tão sonhada conexão entre produtores e consumidores de conteúdo, facilitando a descoberta de novos talentos e sua entrada no mainstream […]

“Pseudointelectuais” e Preconceitos

Não é raro ouvirmos o termo “pseudointelectual”, especialmente em debates sobre gostos (musicais, literários ou quaisquer). Em geral se usa para designar alguém que procura exibir uma cultura que não tem. Mais especificamente, quando essa opinião destoa do senso comum e/ou (mais provavelmente) discorda da opinião de quem se sente inferiorizado. O termo é, portanto, um marcador de fronteiras sociais e culturais invisíveis, servindo para legitimar ou deslegitimar opiniões. Por esse motivo, é perigoso que seja usado em vão. Cultura não deveria humilhar ninguém A […]

Leitores Não São Iguais, Leituras Também Não

O grande furdunço esta semana foram uns tweets antigos de meu amigo Pedro Nunes, nos quais ele, algo controversamente, defendeu a ideia de que certas pessoas dizem “amar a leitura” mas, de fato, permanecem a vida toda lendo o mesmo tipo de livro que liam quando adolescentes. Esse tipo de comentário não se caracteriza por sua capacidade de fazer amigos e atrair a simpatia espontânea de desconhecidos. Ninguém gosta quando um estranho vem e chuta suas muletas, querendo dizer “levanta-te e anda”. Do hábito de […]

Capas “Arrombadas” e a Necessidade de Evoluir

Essa semana eu fiz uma coisa que é impensável para muitos escritores: eu mesmo “denunciei” os meus livros a uma página do Facebook chamada “Capas Arrombadas”, que se dedica a zombar da má qualidade do design das capas de certos livros, principalmente e-books à venda no Amazon. Fiz isso por dois motivos: primeiro não dar aos meus dois ou três inimigos1 o prazer de fazê-lo e segundo porque eu pensava em melhorar algumas de minhas capas e queria uma opinião externa e isenta sobre quais […]

Desafio Mundos Paralelos

O perfil “Mundos Paralelos”, da Editora Abril, através de sua conta no Wattpad.com está aceitando inscrições até o dia 15 de maio para participar de uma antologia de ficção especulativa. As regras conforme o link acima. Embora eu seja normalmente avesso a concursos e convencido de que nunca ganharei nenhum, resolvi participar pela perspectiva de travar conhecimento com gente que realmente está no mercado editorial (e não em gráficas que se travestem de editoras). Como não há requisito de ineditismo, indiquei como meu campeão para […]

A Geração do “Foda-se”

Comentário lido em uma rede social a respeito dos médicos capixabas que tiraram fotos de calças arriadas e fazendo gestos obscenos e publicaram na Internet: FODA-SE o trauma que isso desperta em alguem… Minha reação a este comentário inacreditável foi esta: Esse pensamento pode até ser aceitável na boca de uma pessoa qualquer, mas nunca na cabeça ou na boca de um médico. Um profissional de saúde é alguém que deve possuir e demonstrar três coisas que você, por esta frase, demonstrou nem saber o […]

Autores que Não Leem Ensinam o que Não Sabem

Uma das consequências da falta do hábito da leitura entre nossos autores é a falta do domínio pleno da língua portuguesa, cada vez mais tida como disciplina optativa entre os que escrevem o futuro de nossa literatura. O sucesso de autores como Paulo Coelho e Raphael Draccon, que deixam transparecer em seu texto uma imensa ignorância da gramática, da estilística e da tradição de nossa língua serve como poderoso argumento em favor da superfluidade da cultura no idioma pátrio. De repente usar o vocabulário preciso […]

Os Seis Arrogantes Literários

Esta postagem é baseada em um tópico criado por Daniel Gruber na comunidade Escritores Ajudando Outros Escritores, no Facebook. Não é recomendável a leitura se você for do tipo suscetível. Existem seis tipos de personalidades arrogantes que não entendem como funciona a literatura e o mercado literário. Estas pessoas ajudam a difundir ideias ultrapassadas, ideologias nocivas e comportamentos estúpidos. Estes são os seis tipos (os quatro primeiros citados pelo Daniel Gruber, o quinto por Daniel Iturvides Dutra e o sexto por mim): O primeiro arrogante […]

Você Não Precisa de Incentivo, Precisa Gostar Mais do que Faz

Há quem diga que muitos projetos literários ficam inacabados porque falta incentivo. Discordo frontalmente. Incentivo jamais existiu, pelo menos não no Brasil. Olhe em torno, conte quantos autores nacionais se tornaram profissionais, vivem efetivamente de literatura. Olhe para trás, conte-os no passado de nossa literatura, leia a biografia dos nossos medalhões, quase todos, com raras exceções, eram amadores, tinham empregos formais, escreviam nas horas vagas. A ideia de um “mercado literário” não nos pertence. Você não é americano, você não escreve em inglês, você não […]