Mythos Mineiros

Mythos Mineiros: Contos & Causos das Inomináveis Gerais é uma cole­tâ­nea de nove his­tó­rias (nove­le­tas e con­tos) que têm em comum a ambi­en­ta­ção no inte­rior de Minas Gerais e a ins­pi­ra­ção no “hor­ror cós­mico” de H. P. Lovecraft e Clark Ashton-​Smith — daí a gra­fia “mythos”. Para algu­mas des­tas his­tó­rias eu apro­vei­tei ideias ano­ta­das, mas não desen­vol­vi­das, de Clark Ashton-​Smith (em geral pouco mais que uma frase ou pará­grafo).

O título alude ao *mythos de Cthulhu, que é um ele­mento comum a várias obras dois auto­res, e à minha inten­ção de pro­du­zir uma lite­ra­tura de hor­ror com ambi­en­ta­ção pura­mente naci­o­nal e apelo uni­ver­sal, com um toque de “uai”.

Esta segunda edi­ção inclui várias revi­sões esti­lís­ti­cas e gra­ma­ti­cais, além da rees­crita de dois dos tex­tos, “A Invasão” e “Além do Roseiral”. Houve tam­bém uma alte­ra­ção na ordem das his­tó­rias.

mythos mineiros: capa

Sonho Duplo
André recebe de madru­gada a visita de um trans­tor­nado amigo e a par­tir daí começa a des­cer em uma espi­ral de lou­cura. Baseado vaga­mente em uma sinopse de Clark Ashton-​Smith e em algu­mas ano­ta­ções de H. P. Lovecraft. 
A Ponte Até o Luar
Daniel é um escri­tor que já pas­sou um pouco da época em que espe­rava ter obtido reco­nhe­ci­mento. Está enfren­tando tam­bém uma crise no casa­mento por­que a mulher com quem se casou está per­dendo a beleza. Vive cheio de remor­sos em rela­ção à rela­ção mal resol­vida com o pai, que acaba de mor­rer. Ele viaja ao inte­rior de Minas Gerais para o fune­ral e lá enfren­tará a razão pela qual foi viver em São Paulo, longe da famí­lia: a mulher com quem seu pai se ama­siou depois da viu­vez. Durante a exe­cu­ção tes­ta­men­tá­ria Daniel des­co­bre que o defunto havia pre­pa­rado sur­pre­sas e arma­di­lhas para toda a famí­lia. Muito vaga­mente base­ado em uma sinopse de Clark Ashton-​Smith.
Tempo de Semear, Tempo de Colher
O último grande pro­pri­e­tá­rio de ter­ras em uma região deca­dente do estado vê par­ti­rem seus últi­mos vizi­nhos e ami­gos, enquanto a cidade defi­nha e uma madei­reira voraz deseja com­prar todas as ter­ras para plan­tar euca­lipto. Baseado em uma ideia do caderno de notas de Lovecraft e na letra de uma can­ção do Blue Oyster Cult.
Além do Roseiral
João e Alice são namo­ra­dos, mas ele desa­pa­rece ten­tando des­co­brir o que sig­ni­fica um sus­surro mis­te­ri­oso que ouve den­tro de sua cabeça. Através das car­tas e pis­tas dei­xa­das por ele, Alice des­co­bre coi­sas sur­pre­en­den­tes sobre si mesma. Baseado bem vaga­mente em uma sinopse de Clark Ashton-​Smith, este conto foi total­mente rees­crito, inclu­sive mudando o foco nar­ra­tivo para outros per­so­na­gens.
Noites de Insônia
Paulo deseja domi­nar os segre­dos per­di­dos de uma tra­di­ção Mágica quase esque­cida. A par­tir de um velho gri­mó­rio ele desen­volve um ritual, sem saber das ter­rí­veis con­sequên­cias que enfren­ta­ria. Inspirado na lei­tura do Tratado Elementar de Magia Prática, de Papus. 
Aonde Pousam os Sonhos dos Loucos
Uma expe­di­ção coor­de­nada por geó­lo­gos de uma uni­ver­si­dade bra­si­leira inves­tiga uma mis­te­ri­osa mon­ta­nha do inte­rior de Minas Gerais.
A Invasão
Um grupo de pes­soas comuns — peca­do­res, per­di­das e tolos em geral — está con­fi­nado em um bor­del, na encosta de uma mon­ta­nha, assis­tindo ao que parece ser uma inva­são ali­e­ní­gena. Baseado em um sonho e ideias vaga­mente colhi­das em con­tos de Stephen King. 
A Virgem do Sabá
O san­gue mes­tiço de Jerônimo lhe per­mite tran­si­tar entre os mun­dos, sabendo e igno­rando coi­sas peri­go­sas dos dois. Movido pela sen­su­a­li­dade de Jovita, que viu pres­tes a ser sacri­fi­cada em um ritual ino­mi­ná­vel, ele desa­fia os pode­res das tre­vas, com con­sequên­cias impre­vi­sí­veis. Inspirado (mas não exa­ta­mente “base­ado”) em uma sinopse de Clark Ashton-​Smith.
Tratamento Inverso
Um psi­có­logo de fama duvi­dosa enfrenta seu maior desa­fio: um paci­ente que diz conhe­cer o futuro (não pre­ver). Após algu­mas demons­tra­ções de que o homem real­mente sabe de alguma coisa, o psi­có­logo per­cebe um pouco tarde demais o que real­mente sig­ni­fi­ca­vam as estra­nhas pre­di­ções do seu paci­ente. A par­tir de uma ideia de Clark Ashton-​Smith.

À venda na Kindle Store. Em breve tam­bém em for­mato físico (livro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.