Olá, sou o José Geraldo, um escritor amador brasileiro. Neste blog você encontrará algumas coisas que eu andei escrevendo, tretas em que me meti e ligações para livros que lancei. Você pode começar examinando os livros que lancei recentemente ou se conectando comigo nas redes sociais para acompanhar atualizações. Um pouco mais abaixo há uma lista interativa do conteúdo mais relevante.

A Campainha do Apocalipse

21 agosto há 2 dias

Um amigo me per­gun­tou se eu con­si­de­rava uma boa ideia para uma his­tó­ria de fic­ção a pos­si­bi­li­dade de magi­ca­mente matar as pio­res pes­soas do mundo todas de uma vez, até o limite de cinco por cento da popu­la­ção. Eu não gosto de solu­ções mági­cas, então, como você deve estar a ima­gi­nar, convenci-​o a encon­trar outra maneira de dar iní­cio ao fim da civi­li­za­ção humana na Terra. O meu amigo me olhou espan­tado e disse: “Mas eu ima­gi­nei que assim eu aca­ba­ria com o mal no […]

Seja o primeiro a comentar

Silêncio

20 agosto há 3 dias

Evaldo com­pra­ria todo o seu dinheiro em silên­cio, se hou­vesse à venda em alguma loja. Costumava dizer aos ami­gos que no ruído estava a ori­gem de todo o mal que havia no mundo. Eles acha­vam que era ape­nas uma frase de efeito, mas era algo que ele dizia para si mesmo com frequên­cia — como, por exem­plo, na manhã modor­renta de vinte de junho. Sentiu-​se como quem é arran­cado do útero do sono. Havia um peso nos olhos e um silvo agres­sivo insis­tindo nos ouvi­dos, […]

Seja o primeiro a comentar

Os Dândis do Congo

19 agosto há 4 dias

“The Congo Dandies”, do canal Russia Today, abriu meus olhos para um fato que eu até já intuía, mas que nunca raci­o­na­li­zara, muito menos ver­ba­li­zara: o impacto que a ide­o­lo­gia con­su­mista tem sobre as cul­tu­ras do mundo em desen­vol­vi­mento, nota­da­mente gerando situ­a­ções em que o feti­che da mer­ca­do­ria cria sub­cul­tu­ras. Infelizmente ainda não legen­dado em por­tu­guês, esse mara­vi­lhoso docu­men­tá­rio explica de maneira bem bruta como o colo­ni­a­lismo des­truiu e recriou a cul­tura popu­lar de um país afri­cano, o Congo. Tudo come­çou com os sol­da­dos con­go­le­ses […]

Seja o primeiro a comentar

Ser “Gênio” em uma Sociedade Ignorante

17 agosto há 6 dias
Wise Kid

Se con­cor­dar­mos com Jiddhu Krishnamurti, que disse não ser grande prova de sani­dade estar ajus­tado per­fei­ta­mente a uma soci­e­dade doente, pode­mos assu­mir como coro­lá­rio desta afir­ma­ção que “não é grande prova de geni­a­li­dade ser reco­nhe­cido como bri­lhante por uma soci­e­dade apa­gada”. A soci­e­dade bra­si­leira é majo­ri­ta­ri­a­mente com­posta por pes­soas apa­ga­das, epi­só­dios como o que acaba de ocor­rer com o “menino do Acre” ser­vem para com­pro­var a pro­funda falta de noção cole­tiva que nos aco­mete. Bruno Borges não tem culpa das expec­ta­ti­vas e diag­nós­ti­cos que lhe […]

Seja o primeiro a comentar

Um Milhão de Motivos para Matar um Gatinho (ou um Mandarim)

11 agosto há 2 semanas

Perguntaram-​me se eu mata­ria um gati­nho por um milhão de dóla­res. Bem, eu mata­ria (intran­si­ti­va­mente) por um milhão de dóla­res, desde, é claro, que o pudesse fazer de maneira limpa. Não me cri­ti­que, você tam­bém faria o mesmo. Todos pen­sa­mos uti­li­ta­ri­a­mente, e con­si­de­ra­mos mais as con­sequên­cias do que os meios. O que nos impede, em geral, são con­si­de­ra­ções de ordem esté­tica: matar é um ato bru­tal, ani­ma­lesco, e que geral­mente resulta em con­sequên­cias com­pro­me­te­do­ras para o resto da vida. Os seres huma­nos nor­mais não matam […]

Seja o primeiro a comentar

Sobre a Necessidade de Discutir com Idiotas

8 agosto há 2 semanas

Alfred Russell Wallace, um res­pei­tado cien­tista inglês do século XIX, que havia des­co­berto a evo­lu­ção por sele­ção natu­ral antes de Charles Darwin, certa vez ficou inju­ri­ado com um anún­cio publi­cado em uma revista local por um sujeito cha­mado John Hampdem, que tinha mais dinheiro do que cul­tura, na qual se desa­fi­ava qual­quer cien­tista a pro­var que a terra era redonda atra­vés da medida do nível do Rio Bedford, que havia sido medido em 1838 por um agri­men­sor cha­mado Samuel Birley Rowbotham. Hampdem, fas­ci­nado com esses […]

1 comentário

A Vaidade

1 agosto há 3 semanas

O pro­blema do escri­tor é a vai­dade. Existe uma obses­são pelo pro­fis­si­o­na­lismo que se deve prin­ci­pal­mente à vai­dade: é pre­ciso ser, ou pare­cer, pro­fis­si­o­nal. Todos que­rem ser pagos pelo seu “talento” e acre­di­tam na teo­ria “tele­van­ge­lista” da “semente” e pagam seu “dízimo” para o deus-​mercado edi­to­rial na espe­rança de que seu inves­ti­mento hoje atraia os favo­res divi­nos (“sucesso, grana, fama e mulhe­e­e­e­res”… con­forme dizia a can­ção da Plebe Rude). Isso é uma mudança radi­cal que houve nos últi­mos 50 anos. Há 100 anos ser conhe­cido […]

2 comentários

O Preço da Passagem

16 junho há 2 meses

Francisco é um homem con­tur­bado por um pas­sado mis­te­ri­oso do qual ele não con­se­gue nem se lem­brar e nem se livrar. Em suas alu­ci­na­ções ele vive um pesa­delo no tempo da dita­dura mili­tar, no qual visita luga­res som­brios e tem expe­ri­ên­cias de pro­fundo pavor. No pre­sente, ele tem de confrontar-​se com esses fan­tas­mas enquanto tenta recu­pe­rar sua memó­ria, na qual per­siste um grande buraco negro. Esta é uma nove­leta que explora aspec­tos da mito­lo­gia cristã clás­sica para con­tar uma his­tó­ria de ter­ror anco­rada na rea­li­dade […]

Seja o primeiro a comentar

Português, Uma Língua Difícil

15 junho há 2 meses

São mui­tos os bra­si­lei­ros que recla­mam da difi­cul­dade da lín­gua por­tu­guesa. Para a grande mai­o­ria das pes­soas, as “difi­cul­da­des” do idi­oma pátrio são pra­ti­ca­mente um fato incon­tes­tá­vel por­que esta ideia se nor­ma­li­zou no ima­gi­ná­rio cole­tivo, fazem parte das con­ver­sas dos estu­dan­tes desde as fases ini­ci­ais do Ensino Fundamental e vão se man­tendo nas dis­cus­sões fami­li­a­res, nos cur­si­nhos, no local de tra­ba­lho. Português é uma lín­gua difí­cil, que pre­cisa ser estu­dada com afinco, que pouca gente sabe usar direito. Fica-​se a um passo de dizer que […]

1 comentário

Navegadores Psicodélicos

7 junho há 3 meses

O futuro da explo­ra­ção espa­cial não está em inau­di­tas tec­no­lo­gias, mas em uma antiga ideia que a huma­ni­dade já quase esque­cera. Mas nos con­fins do espaço existe um perigo extremo, que ame­aça a pró­pria exis­tên­cia da raça humana. Por muito tempo esse perigo tem sido man­tido em segredo, por­que a curi­o­si­dade do homem é mais forte que o ter­ror da des­trui­ção, mas che­gou a hora de final­mente ser enten­dido e reve­lado o supremo hor­ror do espaço pro­fundo. Em “Navegadores Psicodélicos” a huma­ni­dade se enfrenta com […]

Seja o primeiro a comentar

Modificação Corporal: Sintoma de Nossa Falta de Liberdade

6 maio há 4 meses

Tive um incô­modo insight esta semana, um que mudou minha maneira de ver a cul­tura pop atual. Já faz algum tempo que os filó­so­fos andam a dizer que nos tor­na­mos pro­du­tos no con­texto do capi­ta­lismo; que nos­sas emo­ções, dese­jos, pla­nos e medos aumen­tam ou dimi­nuem (às vezes até se criam) con­forme estí­mu­los diri­gi­dos pela pro­pa­ganda de mas­sas, que, sozi­nha, prova a invi­a­bi­li­dade da demo­cra­cia, pela sua capa­ci­dade de “manu­fa­tu­rar o con­senso”, nas pala­vras de Noam Chomsky.1 Mas não é todo dia que pode­mos tomar uma […]

Seja o primeiro a comentar

Desafio Mundos Paralelos

2 maio há 4 meses
Capa "Dois Gringos na Lapa"

O per­fil “Mundos Paralelos”, da Editora Abril, atra­vés de sua conta no Wattpad.com está acei­tando ins­cri­ções até o dia 15 de maio para par­ti­ci­par de uma anto­lo­gia de fic­ção espe­cu­la­tiva. As regras con­forme o link acima. Embora eu seja nor­mal­mente avesso a con­cur­sos e con­ven­cido de que nunca ganha­rei nenhum, resolvi par­ti­ci­par pela pers­pec­tiva de tra­var conhe­ci­mento com gente que real­mente está no mer­cado edi­to­rial (e não em grá­fi­cas que se tra­ves­tem de edi­to­ras). Como não há requi­sito de ine­di­tismo, indi­quei como meu cam­peão para […]

Seja o primeiro a comentar