Bem-​vindo!

Olá, sou o José Geraldo, um escritor amador brasileiro. Neste blog você encontrará algumas coisas que eu andei escrevendo, tretas em que me meti e ligações para livros que lancei. Você pode começar examinando os livros que lancei recentemente ou se conectando comigo nas redes sociais para acompanhar atualizações. Um pouco mais abaixo há uma lista interativa do conteúdo mais relevante.
vida social

Noveleta: A Invasão

Este é um dos nove tex­tos que com­põem a cole­tâ­nea “Mythos Mineiros” e é o mais ori­gi­nal deles, em minha opi­nião, embora tal­vez não seja o melhor. Um pro­ta­go­nista de que só sabe­mos ser homem (pois é cha­mado “que­rido” pela outra per­so­na­gem) está com um grupo de “peca­do­res” arre­pen­di­dos em um bor­del loca­li­zado no alto de uma mon­ta­nha, pró­ximo a uma pequena cidade do inte­rior. Já é o quinto dia desde que foram sur­pre­en­di­dos ao ama­nhe­cer pelo que alguns acha­ram ser o fim do mundo. A crise está aper­tando, a água e a comida vão aca­bar, e vão ter que […]

Amores Mortos: Romance

Como você lida com as lem­bran­ças de seus amo­res pas­sa­dos? Qual o cri­té­rio que você usa para bus­car seus rela­ci­o­na­men­tos? Oswaldo Silva, o pro­ta­go­nista de “Amores Mortos” se carac­te­riza por duas pecu­li­a­ri­da­des. Primeiramente ele desen­vol­veu uma pre­fe­rên­cia por “ata­car” as mulhe­res vul­ne­rá­veis, isto é, tomar a ini­ci­a­tiva com aque­las que ele per­ce­bem já esta­rem inte­res­sa­das nele. Esta abor­da­gem é o que ele chama de “pre­da­ção por tocaia”. Além dessa estra­té­gia, que a mai­o­ria dos homens con­si­dera des­pre­zí­vel, inclu­sive pela ten­dên­cia a fazê-​lo colher quase só os “fru­tos mais bai­xos”, Oswaldo não con­se­gue se desen­ven­ci­lhar dos rela­ci­o­na­men­tos falha­dos, o que o […]

Praia do Sossego: 2ª Edição

A segunda edi­ção de Praia do Sossego final­mente está no ar no Amazon.com, ini­ci­al­mente ape­nas para venda em for­mato impresso (o e-​book será fina­li­zado nas pró­xi­mas sema­nas). Trata-​se da segunda edi­ção digi­tal de minhas obras (iné­di­tas ou não) que eu con­fio ao Kindle Direct Publishing, por moti­vos que ainda vou men­ci­o­nar aqui no blog. Este foi um tra­ba­lho no qual eu investi muito em 2010, mas infe­liz­mente não teve o retorno espe­rado e nem o apoio ima­gi­nado por parte da edi­tora — de que resul­tou uma grande frus­tra­ção. Porém este é um romance que mere­cia uma segunda chance, devido à sua qua­li­dade […]

O Reino Esquecido — Romance

Após lon­gos dez anos de ges­ta­ção (que incluí­ram um período de cinco anos inin­ter­rup­tos de aban­dono), está na Kindle Store o romance “O Reino Esquecido”, a minha pri­meira ten­ta­tiva de romance sobre a his­tó­ria (não é um romance his­tó­rico). Em parte a demora da con­clu­são se deveu à com­ple­xi­dade da teia nar­ra­tiva. Apesar de ape­nas 150 pági­nas na ver­são impressa, essa é a nar­ra­tiva mais com­plexa que eu já escrevi até hoje, tendo vários núcleos nar­ra­ti­vos, pelo menos onze per­so­na­gens com par­ti­ci­pa­ção ativa na his­tó­ria (se são doze ou mais, isso depende de como você, lei­tor, defi­nirá se cada um […]

Aforismos e Provocações

“O cometa da inter­pre­ta­ção de texto passa pró­ximo ao pla­neta a cada 333 dias, e quando isso acon­tece alguém con­se­gue enten­der uma pos­ta­gem com mais de qua­tro fra­ses que con­te­nha alguma iro­nia.” Esta é uma de mui­tas fra­ses avul­sas con­ti­das neste livri­nho gra­tuito que eu publi­quei no Kindle Select. Frases extraí­das de arti­gos do blog, twe­ets, sta­tus do Facebook e outras ori­gens. Em geral aque­las que cau­sa­ram alguma ligeira polê­mica quando ori­gi­nal­mente ditas — daí o título. Aqui você encon­trará espe­ci­al­mente fra­ses que eu esco­lhi pela seu efeito humo­rís­tico, embora pro­va­vel­mente nem todo mundo vá achar graça. De qual­quer forma, […]

Mythos Mineiros: 2ª Edição

Mythos Mineiros: Contos & Causos das Inomináveis Gerais é uma cole­tâ­nea de nove his­tó­rias (qua­tro nove­le­tas e cinco con­tos) que têm em comum a ambi­en­ta­ção no inte­rior de Minas Gerais e a ins­pi­ra­ção em ideias extraí­das da obra de H. P. Lovecraft e Clark Ashton-​Smith — sendo esta ori­gem a expli­ca­ção para a gra­fia “mythos” no título. Esta ins­pi­ra­ção não é por acaso: fui (ir)responsável pela tra­du­ção de alguns con­tos e poe­mas do segundo para o meu blog e tra­duzi cinco con­tos do pri­meiro para uma edi­ção pro­mo­vida pela Editora Clock Tower.

O Pecado da Tristeza

Lançado pela ComArte (editora-​laboratório da USP), O Pecado da Tristeza e outras his­tó­rias é o meu segundo livro solo publi­cado, sétimo no total, se con­si­de­ra­das três anto­lo­gias da Multifoco, uma da Caligo Editora e uma da CBJE.

Tradução: A Casa no Limiar

Inicio hoje um pro­jeto de longo prazo, de tra­du­zir para o por­tu­guês o romance “The House on the Borderland”, publi­cado em 1907 pelo inglês William Hope Hodgson. Trata-​se de uma obra obs­cura da lite­ra­tura gótica bri­tâ­nica (a meu ver ime­re­ci­da­mente esque­cida), que está de certa forma rela­ci­o­nada a dois outros tex­tos do mesmo autor, mere­ce­do­res ambos de mérito lite­rá­rio: “The Night Land” (A Terra Noturna) e “The Boats of the Glen Carrig” (Os Botes do Glen Carrig) — uma obra de fic­ção cien­tí­fica e um romance de capa e espada mes­clado com fan­ta­sia e pira­tas.

Flag Counter

Estatísticas desde 19 de dezembro de 2013.

Letras Elétricas no ar desde junho de 2010.