Olá, sou o José Geraldo, um escritor amador brasileiro. Neste blog você encontrará algumas coisas que eu andei escrevendo, tretas em que me meti e ligações para livros que lancei. Você pode começar examinando os livros que lancei recentemente ou se conectando comigo nas redes sociais para acompanhar atualizações. Um pouco mais abaixo há uma lista interativa do conteúdo mais relevante.

Porque Não Busco Ouvir Música Pop Contemporânea

25 março há 6 meses

Eu consigo ouvir muita música feita atualmente ou recentemente, mas entendo que você queira saber porque eu não consigo entender e apreciar a música mais típica da atualidade. Vou lhe dar cinco boas razões. A primeira é a mais óbvia: eu não desejo ouvir a música da atualidade porque eu não preciso querer ouvi-la, ela me invade aonde quer que eu vá. Se vou ao supermercado fazer compras, ela está nos alto-falantes. Se ando pelas ruas em uma região de comércio popular, ela está em […]

Seja o primeiro a comentar

A Grande Ameaça à Propriedade Privada

17 março há 6 meses

A propriedade privada é supostamente um dos pilares do capitalismo. Tanto assim que os pobres de direita adoram criticar o socialismo que, supostamente, estaria interessado em expropriar seu carro, seu iPhone e sua caderneta de poupança. Esta percepção da sacralidade da propriedade no capitalismo é, no entanto, um grande exagero: a burguesia, classe dominante no capitalismo, não tem apreço nenhum pela propriedade privada (dos outros) e sempre esteve muito interessada em apropriar-se do que não lhe pertencia, empregando astúcia ou força, conforme a necessidade. O […]

Seja o primeiro a comentar

Por uma “Mitologia Brasileira”

15 fevereiro há 7 meses

Trabalhando o projeto nacional brasileiro versus um programa deliberado de extinção da nacionalidade. Reflexões surgidas diante da apropriação de elementos culturais folclóricos pela cultura popular. Introdução O termo “mitologia brasileira” encontra resistências notáveis das mais diversas origens. Temos a resistência acadêmica, que destaca inexistir um conjunto coerente de mitos abrangendo a totalidade do território nacional. Temos a resistência das minorias étnicas, que desejam preservar, quanto possível, a integridade de suas tradições face à sua “apropriação” pela brasilidade coletiva. Temos a resistência da modernidade, que estranha […]

Seja o primeiro a comentar

A Invisibilidade do Brasil e Seus Mitos

8 fevereiro há 8 meses

A recente estreia da série “Cidades Invisíveis” na Netflix movimentou as redes sociais na primeira semana de fevereiro de 2021 com uma série de polêmicas sobre a escolha dos atores e elementos da trama que parecem inconsistentes com os mitos folclóricos brasileiros em que os personagens foram baseados. Acredito, no entanto, que o momento exige uma reflexão bastante madura sobre o caso, para que a brasilidade não perca uma oportunidade interessante para recuperar espaço na cultura “pop”, onde esteve, por tanto tempo, impedida de entrar […]

Seja o primeiro a comentar

Para Entender o “Vazamento do Fim do Mundo”

2 fevereiro há 8 meses

Recentemente ocorreu o vazamento dos dados de mais de 220 milhões de cidadãos brasileiros, vivos e mortos, e de algumas dezenas de milhões de empresas. Não se sabe qual a origem do vazamento, e há indícios de que vazaram dados de múltiplos bancos de dados, governamentais e privados, expondo de uma maneira absurda todos os dados possíveis e imagináveis, a ponto de especialistas em segurança terem apelidado o caso de “vazamento do fim do mundo”. Este artigo não tem por objetivo discutir os aspectos técnicos […]

Seja o primeiro a comentar

Lobato: Um Racista

22 janeiro há 8 meses

Uma tentativa de analisar os aspectos problemáticos da obra de Monteiro Lobato, com o objetivo de demonstrar que o autor não era somente um racista em suas convicções e formação, mas que, também, fez de sua obra um instrumento de proselitismo de suas ideias. Não se trata de uma proposta de censura à sua obra, mas uma reavaliação de sua relevância e de sua utilidade para a compreensão da brasilidade. Este artigo é a conclusão de uma longa e madura análise que empreendi a partir […]

Seja o primeiro a comentar

Conselhos Mal Traduzidos

11 dezembro há 10 meses

Na semana passada eu comecei a falar sobre o problema de se adotar conselhos sobre estilo originalmente escritos pensando na estrutura gramatical e morfológica de uma língua diferente da nossa. Hoje ponho mais carne nesse argumento, citando os seis conselhos mais nefandos que eu já encontrei até hoje: Evitar a voz passiva; Economizar adjetivos; Evitar os advérbios; Show, Don’t Tell; Preferir palavras curtas. A voz passiva soa estranha em inglês exatamente porque já são muito numerosos os tempos e modos verbais expressos através de paráfrases, […]

Seja o primeiro a comentar

Conselho Não Se Traduz

9 dezembro há 10 meses

Uma das coisas que parecem escapar aos escritores amadores brasileiros é que a língua portuguesa, nossa ferramenta de trabalho mais essencial, possui um caráter próprio. Fugir ao caráter da língua pode ser um objetivo interessante para um artista da palavra, mas ignorá-lo é apenas ignorância. O grande problema que nos aflige enquanto cultura literária é que, desde há pelo menos cinquenta anos, por obra e graça da ditadura, a influência da literatura estrangeira — notoriamente da literatura comercial americana — se tornou prevalente. Nossos jovens […]

Seja o primeiro a comentar

O Livro Vazio

25 outubro há 11 meses

Quando me lembro de escrever coisas bonitas,Coisas que antigamente faziam mais sentido,Entendo como mudei tanto e quantas vidasViveria se tivesse os meus versos cá comigo. Neste fogo frio não vigoram mais ações antigasQuando fecho os olhos, esqueço o que foi lido.Então me lembro de escrever coisas bonitasA minha mente vazia não vive nenhum rito. Sem metáforas, portanto, eu fecho o livroQue não escrevi, de tanto que ainda viaMurchar o mundo que eu conhecia. Por aqui antigamente se estendia um fio,O traço escuro que brotava de […]

Seja o primeiro a comentar

A Questão do Racismo no Legendarium de Tolkien e o Fanatismo dos Seguidores

20 setembro há 1 ano

Já faz algum tempo que publiquei aqui mesmo no blog algumas reflexões sobre aqueles a quem chamei de “pessoas execráveis”, isto é, autores e artistas do passado cuja obra contém elementos que, aos olhos de hoje, não são mais aceitáveis. Isso foi em 2017, muito, mas muito antes da onda atual de “cancelamentos” na internet. Desde então eu retornei ao tema várias vezes ao tema, em ensaios como “Os Crimes dos Autores”, “Não Matemos os Livros Por Causa de Nossos Pecados”, “Ainda Será Possível Falar […]

1 comentário