Olá, sou o José Geraldo, um escritor amador brasileiro. Neste blog você encontrará algumas coisas que eu andei escrevendo, tretas em que me meti e ligações para livros que lancei. Você pode começar examinando os livros que lancei recentemente ou se conectando comigo nas redes sociais para acompanhar atualizações. Um pouco mais abaixo há uma lista interativa do conteúdo mais relevante.

Não se deve explicar uma piada

17 outubro há 5 dias

Segundo um princípio antigo da sabedoria popular (essa em que cada vez menos acredito), não se deve nunca explicar uma piada. Se o ouvinte não tem bagagem para entendê-la, se sentirá insultado pela explicação. Se tem, mas não a entendeu, se sentira constrangido. Em nenhum dos casos a explicação melhora a piada e sempre fica no ar a dúvida se o problema do entendimento foi por culpa do ouvinte ou do piadista. Mas há situações em que o desentendimento é tão gritante que a gente […]

Seja o primeiro a comentar

Os Casacos Azuis

16 outubro há 6 dias

A escuridão é um lugar confortável para a minha gente. Estamos acostumados a ela desde há tantos séculos que nem nos lembramos mais; porém; quando a noite é alta, a lua está redonda e uma brisa fria vem cortando; os homens olham para cima com receio e as mulheres, com medo, para os lados. O desconforto de nossa lembrança ainda não foi esquecido, apesar de estarmos aquietados. Achamos graça nesse medo que vemos nos olhos do povo, sinal de uma grandeza perdida. Somos poucos agora […]

Seja o primeiro a comentar

Inimiga Interior

14 outubro há 1 semana
capa inimiga interior

Participando pela segunda vez do Prêmio Kindle de Literatura, para este ano enviei uma noveleta de suspense com pouco mais de dez mil palavras. “Inimiga Interior” é a história de uma mulher que sofreu a vida inteira de dupla personalidade e que agora está morta. Seu marido está na cadeia, único suspeito do crime. Culpado ou inocente? A história percorre um longo arco temporal, entre 1966 e 1988, mas é narrada em retrospectiva, mais de vinte anos após os fatos ocorridos. A narração, inconfiável e […]

Seja o primeiro a comentar

Todos Já Perdemos Alguma Coisa

7 outubro há 2 semanas
O ódio

Sexta-feira, cinco de outubro de dois mil e dezoito. São cinco minutos deste dia que amanhecerá carregado, por mais ensolarado que esteja. Não me interessa mais especular quem vencerá as eleições, amanhã, depois ou nunca. “Ao vencedor, as batatas”. A derrota é geral e irrestrita quando a guerra se trava sem limites — ainda mais quando a guerra não deveria ser uma guerra. O ano de 2018 ficará marcado na história do Brasil, se no futuro ainda houver História do Brasil. Estamos no ápice frenético […]

Seja o primeiro a comentar

O Poeta Em Busca de um Mapa no Pântano da Crise

11 setembro há 1 mês

Escrever é fácil Escrever bem não é tão fácil Escrever boa literatura é difícil Obter reconhecimento é muito difícil. Fica mais fácil escrever bem quando você se especializa. Porém fica mais difícil escrever. Ou você tem mais talento bruto, E ainda precisará de dedicação e formação, Ou se erguerá pela força do trabalho e da técnica — E ainda precisará de ter algum talento. É improvável ser genial em qualquer gênero E é mais fácil escrever mediocremente vários gêneros, Porém é, também, mais fácil ser […]

Seja o primeiro a comentar

O Dia em Que Anna Maria Machado Virou Ozzy Osbourne

10 setembro há 1 mês
Autora do Mal

Somos ainda um país em luta contra uma limitação incapacitante de nossa cultura: nosso difícil relacionamento com o conhecimento de uma maneira geral e com a palavra escrita de forma particular. Este autor já se aventurou, em vários momentos, a comentar manifestações dessa relação conflituosa do brasileiro médio com os elementos característicos da cultura formal. Não espero que você leia todas as iterações anteriores do debate, mas as hiperligações para as postagens transversais ao assunto estão ao final. Esta postagem é sobre mais uma polêmica […]

1 comentário

Saque em Espécie

4 setembro há 2 meses

O cliente se aproxima do guichê. Um senhor entre cinquenta e sessenta anos de idade presumíveis. Pede o saldo da caderneta de poupança. A jovem caixa pede o cartão, digita alguma coisa no teclado e solicita digitação da senha. O saldo é impresso e o cliente pergunta: — Moça, como faz para eu tirar tudo que eu tenho na minha poupança que eu tenho com a minha mulher? A funcionária, vamos dar-lhe um nome qualquer, um nome simpático, porém, como “Manu”. Ela olhou o saldo […]

1 comentário

“A Terra da Noite”, pela Primeira Vez em Português

30 agosto há 2 meses

Ontem chegaram pelo correio os meus exemplares de “A Terra da Noite”, romance clássico da ficção fantástica que eu tive o imenso prazer de traduzir pela primeira vez para a língua portuguesa e que foi publicado pela Clock Tower. Corri a arrebentar impiedosamente a embalagem para tocar os livros, finalmente, depois de dois anos de espera. À parte a sensação de prazer quase infantil ao desempacotar livros, mais uma vez eu quase corto o meu dedo no estilete, este momento foi especial para mim por […]

Seja o primeiro a comentar

As Costas do Bárbaro

19 agosto há 2 meses

Uma das pequenas desgraças de se viver sozinho é não ter quem nos coce as costas. E para mal dos pecados do homem que vive só as suas costas começam a coçar com uma intensidade e uma frequência redobradas. Padecente desse mal, fui a uma dessas lojas de utilidades domésticas procurar um coçador de costas. Antes de encontrá-lo precisei passar por vários corredores de horrores ininteligíveis, com diversos tipos e tamanhos de potes plásticos, pilões de socar alho, jarras de refresco (especialmente das que não […]

Seja o primeiro a comentar

Milhões de Moscas e o Sentimento do Mundo

3 agosto há 3 meses

A Escritora Cláudia Lemes resolveu cutucar um vespeiro ao acusar a maior parte dos autores da literatura nacional de escreverem livros ruins. Para ela, a falta de sucesso de nossos escritores não se deve somente a um contexto de desvalorização da cultura nacional face a uma verdadeira colonização cultural em andamento, mas, também, à falta de qualidade literária da maior parte do nacional que se publica. A crítica de Cláudia talvez foi feita de maneira apressada, por ser em uma postagem do Facebook (abaixo reproduzida) […]

Seja o primeiro a comentar

Aquele que eu não fui

1 agosto há 3 meses

John me ligou da Austrália através dos oceanos. “Como está?” — ele me perguntou numa voz tão sonolenta quanto a minha. Eu resmunguei que não sabia, e estava tão confuso que não consegui lhe explicar que não o reconhecera, mas que, sim, sabia como estava. Ele riu de mim e começou a metralhar uma história sobre voltar para o Brasil em breve. Então o reconheci. “Caralho! John!” “Não tenho grana para falar durante muito tempo. Passa-me teu email, um celular, qualquer coisa.” “Tá, eu passo.” […]

Seja o primeiro a comentar

Dois Viajantes e um Ruído na Floresta

7 julho há 4 meses
jungle

Dois viajantes percorriam uma floresta, cheios de medo dos perigos que lá poderia haver, quando escutaram um ruído bem perto de onde estavam e ficaram em dúvida sobre o que poderia ser. Um deles, que tinha um guarda-chuva, disse: — Oh, não! Vai chover! Ainda bem que eu tenho um guarda-chuva. Mas é uma pena que você não se preveniu e vai se molhar. O segundo viajante, porém, passou a olhar em volta nervosamente: — Que mané chuva, seu bobo! Isso é um rugido de […]

Seja o primeiro a comentar