Rosa e o Brasil pretérito

“Viver é um rasgar-se e remendar-se”. De Guimarães Rosa, constante do Grande Sertão: Veredas, o livro-síntese do Brasil que já não existe. De tanto me rasgar e me remendar eu já sou outro, que apenas se lembra de quem foi um dia. Esta frase é profundamente existencialista quando você a analisa mais profundamente, pois ela…

Olavo de Carvalho e os Brasileiros Inteligentes

Eu amo esta frase do Paulo Freire e a uso sempre que posso: “se a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é se tornar o opressor”. Isso, claro, explica as pessoas de classe média baixa que se deslumbram com o mínimo de ascensão social que obtêm, mas o que acontece àqueles que já…

O Sono dos Justos

Uma das coisas mais viciantes do mundo é o sono. Quando você se acostuma a dormir bem, depois não quer parar mais. No começo está tudo bem, você dorme cinco horas agitadas cada noite, acorda e se firma de pé a a poder de muito café e vai trabalhar. Mas um dia qualquer resolve dormir…

Doe Livros, Não Comida

Demorei a escrever sobre o assunto para poder refletir com calma e não cair em nenhuma das claques de apupos ou aplausos que se seguiu à atitude do blogueiro Felipe Neto, que adquiriu milhares de exemplares de um livro que alguém pretendia censurar por conter uma cena de beijo entre homens (me recuso a usar…

Por que Nossa Literatura Fantástica Continua Marginal?

Esta semana a minha bolha nas redes sociais se agitou com a discussão sobre o artigo de Santiago Nazarián para a Folha de São Paulo, em que se aborda um tema que parece incomodar aos autores de ficção fantástica: ela continua supostamente relegada a um papel marginal — desprezada pela crítica e incapaz de “deixar…

Como o Quora se tornou tão frustrante?

Em 2015, quando eu comecei a participar do Quora.com, a minha primeira impressão foi a de ter encontrado um lugar fascinante, onde os usuários faziam perguntas sinceras sobre qualquer assunto e as respostas eram dadas por pessoas que tinham algum domínio deles. Respostas ruins recebiam votos negativos. Respostas boas recebiam votos positivos e eram compartilhadas….

Porque a meritocracia é um discurso de ódio

Não é fácil simpatizar com aqueles que vivem no ponto mais baixo da escala social: eles tem uma aparência diferente da sua, eles fedem, eles costumam ter vícios, eles são muitas vezes hostis a você e muitos realmente não parecem dispostos a fazer nada por si mesmos. Simpatizar com essas pessoas é, portanto, um sinal…

Quem é o “pobre de direita”?

Os últimos anos de nossa complicada evolução política trouxeram ao centro do debate uma série de novas categorias, algumas das quais existem meramente como “memes”, isto é, unidades mínimas de informação, desprovidas de explicação profunda. Uma dessas categorias é o tal “pobre de direita”, de que comentaristas de esquerda falam tão mal. Esta postagem é…

O Regionalismo Terá Sido Reduzido a uma Estética de Exotismo?

Estou retornando ao Medium, depois de muito tempo, porque aqui me encontrei com uma polêmica muito importante, que merece ser levada adiante. É algo sobre o que já escrevi no passado, mas que sempre vale a pena repisar, porque o futuro ainda está em aberto e se trata, neste momento, de uma luta pela alma…

Aviso de Gatilhos

Se você é do tipo impressionável, que poderia tirar a própria vida dependendo do que lesse em uma obra de ficção ou em um comentário político, não leia meu blog, procure ajuda psicológica. Se você já teve eventos traumáticos na vida e não quer nunca mais ser confrontado com eventos traumáticos na vida, não leia…