Parabéns aos Jovens de Hoje

8 junho há 4 anos

O planeta levou bilhões de anos para desenvolver vida. Depois levou mais uns bilhões de anos até produzir mamíferos. Mais algumas dezenas de milhões de anos para produzir primatas. Muitas centenas de milhares de anos para produzir hominídeos inteligentes. Dezenas de milhares de anos para produzir o primeiro instrumento musical. Muitos séculos para inventar a música polifônica. Mais alguns séculos para aperfeiçoar uma notação musical eficiente. Quase três séculos ainda para inventar a primeira forma de gravação sonora, o fonógrafo de rolo. Levou 10 anos […]

1 comentário

A Serpente com Asas

3 junho há 4 anos

Dedicado +Félix MaranganhaConfesso que tive durante muito tempo uma certa resistência preconceituosa contra a tatuagem. Coisa de marinheiros, de presidiários, de maconheiros, de nefelibatas, de mafiosos japoneses que amputam os próprios dedos. Nada que caiba no quadrado perfeito em que inscrevo minhas opiniões. O tempo, porém, foi me educando mais a respeito do tema e eu fui percebendo que há tatuagens e tatuagens… Algumas eu posso apensa desconsiderar, outras são realmente desprezíveis, algumas eu devo temer e a maioria é simplesmente sem sentido.

Seja o primeiro a comentar

O Cenário como Elemento Central da Ficção de Clark Ashton-Smith [1]

2 junho há 4 anos

Tem-se por inquestionável verdade que a concepção dos personagens é o elemento central da literatura de ficção em qualquer gênero. Sem personagens dotados de credibilidade e de moti­vações a história, por boa que seja, tende a fluir de uma maneira desconexa, de forma que os acontecimentos não apresentam sequencia lógica. Tanto é assim que não é raro que cer­tos personagens adquiram um relevo cultural muito maior do que o das obras em que apa­receram originalmente. Exemplos desse fenômeno são Romeu e Julieta, Hamlet, Cyrano de […]

1 comentário

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [10]

31 maio há 4 anos

Os dois estavam cansados demais de seus trabalhos hercúleos para que pudessem devotar muito tempo e energia à especulações do tipo. Encontraram um lugar abrigado em um ângulo formado pelas paredes e se sentaram. Estavam forçosamente sem comer desde a refeição que lhes fora dada pelos pigmeus ainda de madrugada e parecia não haver possibilidade imediata de encontrar o que comer. Estavam desesperados e não parecia haver nenhuma esperança de aliviar a depressão que envolvia aqueles homens condenados.[...]

Seja o primeiro a comentar

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [9]

30 maio há 4 anos

Roverton foi o primeiro a recobrar seus sentidos. Sentindo-se muito fraco e tonto, com os pensamentos e a visão turvados, tentou se sentar e caiu de costas, desamparado. Então, quando seus olhos e mente começaram a clarear, um pouco de força lhe voltou e um segundo esforço foi mais bem sucedido. Seu primeiro pensamento foi no seu camarada, a quem procurou, então. Deming ainda estava onde caíra, em uma posição prostrada e espichada no chão.[...]

Seja o primeiro a comentar

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [8]

29 maio há 4 anos

O cenário no qual emergiu era mais louco e selvagem do que as esquisitices de um delírio febril. Por um instante ele pensou que as coisas ao seu redor eram o produto de alguma alucinação, fruto de seu cérebro e nervos superexcitados. O monstro voador estava estendido no chão e envolto, desde a cabeça até a cauda, nos rolos de algo que Roverton só pode designar como uma anaconda vegetal. Os rolos eram verde claros com manchas irregulares violáceas e marrons e pareciam ter dezenas de metros e comprimento.[...]

Seja o primeiro a comentar

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [7]

26 maio há 4 anos

Os três subitamente tomaram consciência de uma fadiga arrasadora e persistente, uma reação irresistível a todo o perigo e sofrimentos por que tinham passado. Mas a perspectiva de emergir desse submundo de horrores misteriosos fê-los reunir as forças restantes dos membros encharcados, nadarem em direção à boca da caverna e flutuarem através de sua abertura negra rumo ao brilho prateado de um grande lago. Este era, provavelmente, o mesmo visto no dia anterior. Sua aparência era inefavelmente estranha e desolada. Altos rochedos com muitos contrafortes e chaminés se erguiam acima da caverna de que tinham emergido e se estendiam de ambos os lados em linhas descendentes até sumirem em grandes vargens de pântanos e areias.[...]

Seja o primeiro a comentar

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [6]

24 maio há 4 anos

A borda não estava tomada pelos pigmeus e o monstro lagarto tinha avançado até que os três homens não tinham mais espaço do que o suficiente para ficarem de pé na beira do precipício, sobre um arco em lua crescente formado por seu corpo. A cerimônia executada pelos pigmeus chegou ao fim, suas genuflexões e cantorias cessaram e todos voltaram seus olhos para os amotinados em uma contemplação simultânea e atenta. Os quatro que montavam a criatura lagarto exprimiram em uníssono uma simples palavra de comando:[...]

Seja o primeiro a comentar

Dolores, com Pudores

21 maio há 4 anos

Vladimir contemplou um raio de sol nadando no copo de cerveja e sentiu a leve pontada de um pequeno espinho no peito, que o fez tropeçar nas batidas como se o relógio histórico tivesse uma engrenagem empenada. Era tarde já, embora ainda nem fossem sete da noite. Tarde para sonhar com Dolores. Então ouviu a voz dela no rasgo de um sorriso e teve vontade de pagar conta e sumir, ou ir embora deixando tudo na pendura, pondo pelo menos uma rua entre ele, Dolores […]

Seja o primeiro a comentar

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [5]

20 maio há 4 anos

Aparentemente, a uma voz de comando, os guardas se aproximaram da boca da caverna e sinalizaram aos homens que saíssem. Eles obedeceram. Bandejas cheias da pasta branca e copos de uma bebida negra e doce foram postos diante deles e enquanto comiam e bebiam toda a assembleia os olhava em silêncio. Parecia ter havido algum tipo de mudança na atitude dos pigmeus, mas a natureza desta, ou o que poderia implicar, estava além do entendimento. Todo o procedimento era extremamente misterioso e tinha quase o ar de algum sacramento sinistro. A bebida negra deveria ser um pouco narcótica, pois os homens começaram a se sentir como se tivessem sido dopados. Houve um ligeiro amortecimento de seus sentidos, embora seus centros cerebrais permanecessem alertas.[...]

Seja o primeiro a comentar

O Humor, à Direita e à Esquerda

19 maio há 4 anos

Dependendo do tipo de pensamento político de cada um, serão expressadas diferentes visões do que seja humor, ou deva ser. A ideologia subjacente ao pensamento do indivíduo condicionará não somente suas atitudes e dizeres, mas também as categorias com que classifica o mundo real. Sendo o humor um fenômeno existente no mundo real, ele também será entendido de forma diferente, e classificado em compartimentos diferentes conforme a ideologia de quem o entende e classifica. Tipicamente o humor de esquerda, que tem mais raí­zes his­tó­ri­cas, se […]

2 comentários

[Tradução] Abandonados em Andrômeda [4]

16 maio há 4 anos

Os pigmeus tinham parado suas montarias e estavam discutindo excitadamente enquanto olhavam os terráqueos com suas órbitas redondas. Os sons que faziam dificilmente poderiam ser reproduzidos por cordas vocais humanas.

— Mlah! Mlah! Knurhp! Anhkla! Hka! Lkai! Rhpai! — eles gritavam uns para os outros.

— Acho que somos novidade tão grande para eles quanto eles para nós — observou Adams.[...]

Seja o primeiro a comentar