Textos Apodrecem

Enquanto luto aqui para tentar terminar o romance “Amores Mortos” (terceira versão), recebo algumas opiniões interessantes de minhas leituras beta. A primeira delas, e a que tem me feito mais pensar, é que duas das leituras puderam identificar, com certa facilidade, a sequência em que as partes do texto foram escritas. Considerando que todo ele…

Artistas Devem Ser Progressistas?

Caetano Veloso, que já foi melhor sintonizado com tal “espírito do tempo”, indagou dia desses se é preciso que o artista seja progressista. A pergunta, claro, surgiu por causa da campanha feita por alguns artistas ― entre eles Roger Waters ― para que ele e Gilberto Gil não participassem de um festival de música em…

“A Falta do Grande Romance Brasileiro”, Segunda Versão

> Esta é a versão que postei no próprio site do Rodrigo Gurgel, mais enxuta e mais direta ao ponto. Eu tenho uma tese sobre o assunto, que ouso compartilhar aqui: a literatura brasileira padece de diletantismo e isso lhe causa uma perda de foco e de profundidade. “Diletantismo”, eu digo, porque nós não temos…

Bonitinha, Mas Ordinária — Um Filme que Explica o Brasil

Esta semana, na ressaca do feriado, assisti pela segunda vez um clássico de nosso cinema, baseado em obra ainda mais clássica de Nélson Rodrigues, o Anjo Pornográfico, nosso mais polêmico autor. Trata-se de uma obra que precisa ser melhor apreciada, embora o filme mesmo tenha envelhecido sob vários aspectos – e ainda que as polêmicas…

O Método Asimov

O amigo João Gerônimo dos Santos se mostra espantado com um texto em que Isaac Asimov descreve o processo de criação do épico “Fundação”. Não pela sua dificuldade, mas pela forma como o autor o apresenta: sem *glamour* e sem divina centelha (também conhecida como “inspiração”). Para Asimov, o processo foi algo assim: Eu tinha…

“Riding the Lightning”

A primeira impressão de que eu estava no começo de algo estranho foi quando ouvi um tinir metálico vagamente ritmado. Logo acompanhado por vibrações graves e um zunido agudo que ia e vinha, numa oscilação que me pareceu familiar. Eu caminhava por uma rua estranha, muito ampla, com uma linha férrea à minha esquerda e…

O Fetiche do Número na Literatura

“Ultimamente eu venho me sentindo como quem escreve no meio de uma guerra.” Este é um sentimento ecoado por um jovem autor americano, diante das ideias que predominam no meio literário de lá. Ideias que, como um lento veneno, se espalham pelo mundo e vão esterilizando outras literaturas, até transformá-las no cadáver ambulante e perfumado…

Ainda Será Possível Falar do Brasil?

Parece que o Brasil virou crime. É impossível falar do país que é nosso sem desagradar a alguém. Para toda tentativa de se abordar a história e cultura nacional haverá um grupo que se ofenda e que se defenda. É como se fosse preciso passar uma borracha sobre todo o tempo até ontem e começar…

Sinais Imprevistos de que a Idade Adulta Chegou

Você nunca mais se deita sem pensar no que vai fazer no dia seguinte. E fica “contandos os minutos que faltam de mais um dia chato.” Quando acorda, tem sempre algo doendo. Embora você já não creia no amor romântico, ainda sente falta de ser amado. É fácil ganhar peso e difícil perder. Você começa…