Inversão da Terapia

10 outubro há 4 anos

Eram ainda sete e meia da manhã quando a faxineira deu o grito e os seguranças apareceram no corredor do terceiro andar do Edifício Atlante. Havia um homem sentado no chão diante da porta do consultório do Dr Jair Lima, psicólogo relativamente obscuro e fama duvidosa. Um homem bem vestido e limpo, mas de aparência transtornada, que gaguejava quase sem conseguir falar.[…]

Seja o primeiro a comentar

Residente em Vênus

7 outubro há 4 anos

Quando cheguei em Vênus tinha todas as ilusões possíveis e me achava muito esperto. Estudaria com todas as despesas pagas, obtendo um diploma de grande prestígio, certeza de carreira promissora, em troca de meros oito anos-calendário de serviços prestados a um dos governos de lá. Para um garoto pobre, que nunca pudera estudar em boas escolas e não tinha dinheiro para se preparar para os rígidos exames de seleção das melhores faculdades da Terra, parecia ser um trato excelente. Os formados em Vênus praticamente formavam […]

Seja o primeiro a comentar

Queremos seus Direitos Morais

3 outubro há 4 anos

Eu juro que tento me concentrar em escrever os meus textos em vez de me preocupar com as últimas polêmicas da internet, mas o mundo anda muito louco e nada mais me espanta, se eu te contar esta história o cabelo levanta.[^1] Os concursos literários normalmente são irrelevantes (embora não tanto quanto os festivais de música popular), e os poucos que não o são tendem a ter regulamentos tão surpreendentes que a gente tem que se perguntar o que vai na cabeça de seus organizadores. […]

Seja o primeiro a comentar

Pelo Direito de Não Ler

28 setembro há 4 anos

“Bem, infelizmente, aqui eu tive de me valer do direito de interromper a leitura” — Felipe Holloway. “Este é um livro que quando a gente larga não consegue mais pegar.” — Millôr Fernandes. Sou um escritor e batalho pela atenção de leitores. Nenhum escritor em sã consciência pensaria em desaconselhar a leitura, mesmo a de um texto alheio. A nossa arte compete com tantas coisas que desviam a atenção do leitor que hoje é muito difícil capturá-la. Só que certos escritores não têm uma consciência […]

Seja o primeiro a comentar

O Rabo que Abana o Cachorro

20 setembro há 4 anos

Na minha postagem anterior ficou parecendo até que eu sou contra o autor fazer divulgação do seu trabalho. Não é nada disso. Não há nada de errado se o autor opta por divulgar seu trabalho, do jeito que pode. O que está errado é a inversão de prioridades que está ocorrendo: esta disponibilidade do escritor em divulgar o que faz ser percebida pelas editoras como um fator para dar preferência a tais autores. A tese de Danilo Venticinque diz que nenhuma editora preferiria um autor […]

Seja o primeiro a comentar

Nós, Os Ridículos

19 setembro há 4 anos

Depois que Rafael Draccon afirmou que não publicaria Rubem Fonseca e recebeu as merecidas críticas, outros próceres do mercado editorial não tardaram a sair em sua defesa. Diferentemente de Draccon, que disse o que disse quase que por ingenuidade, os novos artigos são premeditados para alcançarem um efeito. E para isso empregam toda a técnica argumentativa que disfarça o absurdo óbvio (“não publicar Rubem Fonseca”) e enfatiza um novo modelo de negócio no qual o absurdo é o lugar comum. O artigo que eu me […]

Seja o primeiro a comentar

Letras Elétricas

16 setembro há 4 anos

Sonhos difusos pintados num muro de cores cruas. Pensamentos precários se turvam de novidades. E letras elétricas ardem na lápide líquida e lisa. Ardem sinais sinuosos que somem em cinzas que não deixam mal na matéria e nem bem na memória.

Seja o primeiro a comentar

Festa Estranha, Gente Esquisita

16 setembro há 4 anos

Meu trabalho é encarar fila de banco. Tem quem ache que é um serviço fácil, mas tudo é fácil para quem não tem que fazer. Eu detesto, porque nesse serviço eu não sou dono de meu tempo. Não faço as regras e nem as horas, mas sempre levo bronca do patrão quando volto tarde, mesmo ele sabendo que o atraso é culpa do caixa, do banco, do engarrafamento do trânsito, do alinhamento dos planetas ou da queda de um asteróide. Infelizmente preciso da grana: a […]

Seja o primeiro a comentar

Pingos nos Is

29 agosto há 4 anos

Após causar fúria na blogosfera literária e nas redes sociais com as suas opiniões sobre literatura, o escritor e editor Rafael Draccon resolveu se explicar. Não devia, mas resolveu. Digo que não devia porque explicações nunca explicam de verdade. Toda explicação é um remendo. De que adianta agora dizer que não disse? Quantos lerão o desmentido? Mas, pior, quantos acreditarão na sinceridade do desmentido, escrito com a cabeça fria e analisando ponto a ponto o que foi publicado? Por isso, na necessidade de contestar o […]

Seja o primeiro a comentar

Procuramos Escritores Amestrados

29 agosto há 4 anos
good dog

Houve um tempo em que a epítome da injustiça poética era julgar o livro pela capa. Não só esse julgamento ficou mais difícil hoje, dada a proliferação das facilidades para produzir belas capas, como se tornou mais violenta a briga em torno dos acessórios. Afinal me parece que, no mundo editorial, faz-se de tudo para não ter que lidar com literatura, afinal [sic]. Por acessórios eu me refiro a tudo aquilo que se espera que os escritores façam, além de escrever. Não basta o cara […]

Seja o primeiro a comentar

Como Ensinar Literatura a uma Criança?

25 agosto há 4 anos

Este domingo me ofereceu um desafio literário incomum: minha filha me pediu que lhe ajudasse a escrever uma redação para um concurso. Gabriele tem, aos dez anos, toda a ingenuidade e a fantasia de uma criança que ainda não perdeu a pureza. Ela ainda não conhece quase nada das dificuldades da vida, das frustrações, dessas coisas que nos fazem desperdiçar sorrisos e cabelos com o passar dos anos enquanto vemos esgotarem-se todas as oportunidades que tínhamos sonhado. Por isso ela acha que é possível, da […]

Seja o primeiro a comentar

Os Melhores Momentos Acontecem Depois

10 agosto há 4 anos

Fernando Pessoa escreveu em 1914 um poema chamado “Uns Versos Quaisquer”, que pode ser interpretado como um breve ensaio sobre a saudade, ou ainda melhor, sobre a “saudade falsa”, este sentimento que tanto faz parte da minha poesia (nem tanto da dele). Vive o momento com saudade dele      Já ao vivê-lo… Barcas vazias, sempre nos impele      Como a um solto cabelo Um vento para longe, e não sabemos, Ao viver, que sentimos ou queremos. A ideia de que o momento já deva ser vivido com […]

Seja o primeiro a comentar