As Cinco Vezes em que o Diabo Enganou Manoel Medeiros

O que você faria se presenciasse um crime bárbaro e pouco depois alguém aparecesse disposto a lhe pagar uma fortuna para que você justiçasse o perpetrador da maldade? Este é o dilema moral de Manoel, um homem simples de uma cidadezinha do interior, cuja mágoa com as injustiças do mundo vai crescendo até ferver no dia em que presencia um crime a sangue frio. A partir desse momento, terá de decidir para que lado seguirá sua vida.

Capa de As Cinco Vezes em que o Diabo Enganou Manuel Medeiros

Baseado em um desses causos que os mais velhos contavam na varanda de casa, à noite, aguardando a hora de dormir, As Cinco Vezes em que o Diabo Enganou Manoel Medeiros é uma história ágil e simpática, com um protagonista crível e muito humano, ambientada na saborosa Zona da Mata de Minas Gerais, em algum momento da segunda metade do século XX.

Trata-se de uma novela curta (ou “noveleta”), que se caracteriza pela economia de cenários e personagens e também pela rapidez da narrativa, que pode ser lida em uma única “sentada” ou durante uma viagem de ônibus.

Esta edição, assim como a de “Invasão”, não contém extras, apenas o próprio conto e um breve texto introdutório, e não será lançada em formato físico.

Deixe uma resposta