Dois Lados

Toda fotografia tem uma história
O lado de dentro, o lado de fora.
Toda cena conserva a escolha
Do olho atento de quem a olha.
Aquém da camada de cor,
De cá onde estás, espectador,
Esteve um outro, vivendo real
O instante estático, artificial,
Cujo calor o vermelho não tem.
Se a lente jamais se inverte,
O olhar se fixa numa forma inerte,
Porém a foto contém uma história,
Perdida além do limbo da folha
Incapaz de mostrar dentro dela
O que máquina nem mesmo congela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.