Os Mimimizentos

Dizem que o mundo está cheio de “mimimi”. Eu acho que não, que o mundo está é cheio de pessoas arrogantes que não querem entender posições diferentes das suas, que não querem sequer ouvir o outro lado.

O termo “mimimi” não pertence ao discurso racional, é essencialmente ofensivo, no sentido literal: acintoso, desrespeitoso e baixo. Aqueles que o utilizam em uma discussão revelam um desprezo profundo não só pela pessoa a quem o dirigem, mas ao próprio conceito de uma troca de ideias.

Essa é uma forma de desqualificar a priori todo o posicionamento e as opiniões do outro, de maneira infantilizada, rebaixo a mera reclamação de criança toda e qualquer divergência em relação a própria opinião.

Em um debate civilizado, esse tipo de atitude não cabe. Onde são discutidas ideias e opiniões, esta forma de desqualificação irracional do discurso não pode ter lugar. Quem faz uso desse termo não só merce, mas deve, ser defenestrado. Porque não deseja esclarecimento, mas confrontação.

O “mimimi” extingue o debate, constrange a troca leal de pontos de vista. Por esse motivo não pode ser tolerado em um ambiente democrático.

Alguém que empregue o termo “mimimi” necessariamente é uma pessoa má. Custa pouco lembrar que a burrice é uma forma de maldade. Ignorância nunca foi desculpa para tratar os outros com falta de educação. Muito menos para abandonar os argumentos e partir para a infantilização da conversa.

Por isso defendo que todo aquele que empregue esse termo seja imediatamente excluído do debate. Não necessariamente do recinto, mas do debate. Porque alguém que ofende assim àqueles que pensam diferente de si não merece ser ouvido, já que não deseja ouvir.

Não excluir quem toma esse tipo de atitude produz uma atrofia das condições ideias para a honesta troca de ideias. Disso resulta que os que empregam o termo “mimimi” atuam de maneira autoritária contra as discussões racionais.

Observe bem que a minha diatribe não é contra o embate de ideias, não é contra discordar. Uma discordância articulada é racional, produz debate saudável, leva a confrontos de pontos de vista, resulta em aprendizado para todos os envolvidos.

Mesmo uma discordância agressivamente formulada merece ser considerada. Há uma diferença entre dizer que “essas ideias são reclamações injustificadas, considerando o contexto em que esses grupos atuam e as possibilidades de que desfrutam” e dizer que “tudo é ‘mimimi’”.

Mas quando a discordância se reduz a dizer “mimimi”, ou inclui qualificar algo como “mimimi”, é sinal de que não existem condições mínimas para um debate civilizado.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta