Como Seria a Vida sob o Comunismo?

Fase Avançada: O Estado Comunista

Alguns comentaristas soviéticos que conheceram a vida sob o regime “comunista” argumentaram que de fato esta não chega a ser uma sociedade comunista plena, mas uma forma avançada de socialismo. Este comentário serve de testemunho para dois fatos:

  1. Quão difícil é imaginar uma sociedade realmente comunista, quando vivemos em uma sociedade tão embebida de capitalismo. É um esforço equivalente ao de conceber a vida na Roma Antiga a partir de alguns poucos livros de história e alguns filmes de época.
  2. Quão difícil é atingir o estágio plenamente comunista, visto que mesmo esta exagerada tentativa de extrapolar o dito “socialismo real” em direção aos seus objetivos não conseguiu conceber uma sociedade idealmente comunista.

Feitas estas considerações, passemos a descrever a vida sob a coisa mais parecida com comunismo que eu pude imaginar, a partir das obras de Marx e Lenine.

  1. Onde quer que você tenha nascido, e sejam quais forem os seus pais, você recebeu assistência médica gratuita desde o nascimento e foi bem-nutrido porque nunca houve escassez de comida no país e os seus pais ganham o suficiente para adquirir o necessário à sua sobrevivência.
  2. Você frequentou obrigatoriamente a escola dos 4 aos 17 anos. Durante todo esse tempo a escola era em tempo integral, de oito às dezoito horas. Além de todas as matérias escolares normais que nós estudamos no Brasil (matemática, português, ciências, história etc.), você também teve educação física (com grande ênfase e geralmente com orientação militarista), arte (voltada para a identificação de talentos) e conhecimentos práticos úteis no dia a dia (jardinagem, culinária, marcenaria, mecânica, eletricidade, direção de veículos, primeiros socorros etc). Você também teve aulas de educação sexual com modelos realistas, livros bem explícitos e professores bem sinceros. As meninas aprenderam a usar pílula e outros métodos. Os meninos aprenderam a usar preservativos. As aulas foram dadas conjuntamente, para que os meninos entendam as meninas e vice-versa.
  3. Ao terminar a escola você é um autêntico McGyver, capaz de “se virar” na vida em quase todo aspecto. Você provavelmente consertará o próprio carro em uma emergência, saberá reparar instalações elétricas, cozinhará a própria comida, socorrerá um camarada acidentado e saberá dirigir tudo, de automóveis e caminhões a colheitadeiras e tanques de guerra. Isso inclui as meninas também, pois a educação é rigorosamente igualitária.
  4. Você pode se dedicar integralmente aos estudos, sem nunca precisar trabalhar para completar a renda em casa. Porém, o trabalho é parte do currículo escolar. Você provavelmente cultivou a horta escolar, consertava o prédio, varria a rua das quadras ao redor da escola e ocasionalmente “se voluntariava” para ajudar na colheita ou transporte da produção agrícola (se em cidades pequenas) ou para apoiar a produção industrial.
  5. Graças à educação sexual sem censura, quando você chega à puberdade você e todas as meninas e meninos que conhece estão no mesmo patamar de conhecimento da vida. Vocês sabem tudo o que há para saber sobre o jogo de partir corações. Mas se você e alguma garota forem bastante idiotas para ainda arranjarem uma gravidez, haverá a possibilidade de abortar de graça em uma clínica local (depois de uma severa advertência, que provavelmente resultará em sua separação obrigatória e ao envio de ambos a campos de trabalho por algumas semanas).
  6. Você nunca foi à igreja, a não ser para visitar aquelas que são museus ou que foram convertidas para uso laico e agora são bibliotecas ou teatros.
  7. Todas as cidades têm bibliotecas, escolas de balé, teatros, apresentações musicais, bailes populares etc. A vida cultural é intensa, embora um pouco careta no modo de vestir. Mas depois de tirar a roupa todo mundo deixa de ser careta.
  8. Embora não lhe seja exigido vestir um uniforme, a não ser na escola, você provavelmente se veste parecido com os seus amigos e com quase todo mundo, pois as roupas são produzidas em massa a partir de poucos modelos e cores e a moda é um conceito quase desconhecido. As pessoas lutam contra essa caretice das vestimentas fazendo seus próprios tingimentos em casa ou aprendendo a costurar suas próprias peças. Mesmo assim, a disponibilidade de tecidos e pigmentos é tão padronizada que isso pouco resulta.
  9. Apesar de ser chato vestir roupas caretas, o sistema de produção em massa citado acima resulta em peças baratíssimas que qualquer um pode comprar, então ninguém precisa usar roupas puídas ou andar mal vestido.
  10. Quando você termina a escola você já foi provavelmente identificado como um talento em certa área. Se concordar com a opinião de quem o avaliou, você terá um caminho aberto para seguir essa carreira. Infelizmente, a avaliação envolve não apenas as suas habilidades e talentos, mas também a demanda profissional do país. Isso quer dizer que em vez de ser engenheiro podem querer que você seja professor de matemática ou em vez de biólogo, um médico. O lado ruim disso é a dificuldade para seguir seus sonhos se você não aceitar o caminho sugerido (pois não há escolas ou universidades privadas) e o lado bom é que mesmo na eventualidade de só o acharem adequado para varredor de rua você ainda terá um salário digno, afinal, todo trabalho é honrado e todos ganham o bastante para viver. Então não chore, garoto…
  11. Embora não haja escolas privadas, há grupos privados de estudo por interesse, onde você encontrará pessoas que têm os mesmos objetivos seus. Nesses grupos você poderá estudar autonomamente e tentar entrar na universidade pelo seu próprio mérito (o que não está proibido, claro). Porém todos os mais brilhantes e com mais potencial JÁ estão na universidade e nesses grupos você dificilmente encontrará bons professores. Depois dos trinta anos de idade é pouco provável que você entre em uma universidade (menos provável ainda uma boa) pois o estado prioriza o desenvolvimento dos melhores talentos e você ficou como segunda ou terceira escolha. Mas o seu grupo de estudos ainda é um lugar onde você poderá aprender sobre o que gosta, mesmo não tendo muita chance de usar.
  12. Ao terminar os estudos, caso não tenha entrado para o exército ou a universidade, espera-se que você adentre a “vida civil” e vá trabalhar. Caso não o faça, será visto como um preguiçoso, um sanguessuga, um folgado, um parasita, um inimigo do povo.
  13. Há emprego para todos, embora em alguns casos os empregos sejam praticamente inúteis ou improdutivos, como o de carteiro de uma vila onde só há trinta casas, segurança de uma fábrica abandonada, dobrador de roupas em uma loja ou guarda de trânsito em uma esquina sem movimento.
  14. Você pode se casar quando quiser e com quem quiser. Isto inclui “nunca”. Mas tanto seus pais querem netos quanto o estado deseja novas gerações de cidadãos e soldados. Seu dever para com as futuras gerações lhe será lembrado, e ele começa por se tornar progenitor de alguns membros para elas.
  15. Não é uma boa ideia ser abertamente homossexual, mas o estado não ligará para o que você faz da vida depois que já tenha tido filhos.
  16. Se você é um rapaz, não achará estranho namorar uma moça que é soldado do Exército Vermelho, açougueira, metalúrgica ou motorista de tratores em uma fazenda. Se você é uma moça, não achará estranho namorar um rapaz que é dançarino de balé, florista, costureiro ou cabeleireiro. Ninguém achará estranha a carreira que você resolver seguir. Não há mais profissões “de homem” ou “de mulher”, ainda que certas profissões sejam preferidas mais por eles do que por elas, e vice-versa.
  17. O seu casamento será baseado no mútuo consentimento e se assemelhará mais a um contrato registrado em cartório (muitas vezes por prazo determinado) do que uma cerimônia. Nenhum dos cônjuges espera que o outro o obedeça e o divórcio é a coisa mais fácil do mundo. Caso o casamento se dissolva os filhos ficarão sob a responsabilidade da mãe, mas serão mantidos o dia inteiro em uma creche estatal (mais tarde na escola), e não impedirão a mãe de continuar a trabalhar. O pai poderá visitar seus filhos na creche ou escola, ou poderá passear com eles nos fins de semana.
  18. Você está acostumado à ideia de que a polícia está em todo lugar. Não somente porque há pessoas de uniforme por toda parte, mas também porque há uma rede de agentes civis à paisana que relatam por telefone o que veem. Cada quarteirão tem pelo menos dois ou três destes, e eles podem ser qualquer pessoa que não esteja entrevada em uma cama.
  19. Você está acostumado a ter amigos que trabalham em várias diferentes profissões. Os caras com quem você toma cerveja depois do trabalho incluem um paraquedista militar, um fazendeiro, um engenheiro civil, uma enfermeira, um metalúrgico, um pedreiro, um guarda de trânsito, um escritor, um professor primário e um varredor de rua. Todos vocês têm algo em comum para conversar porque frequentaram as mesmas escolas, acampamentos, fraternidades, clubes e (ocasionalmente) cadeias.
  20. Você não ganha muito, seja qual for a sua profissão, mas não se importa com isso porque não há muito que você realmente precise comprar. A lista do que recebe de graça no centro local de distribuição inclui quase tudo que importa: alimentos mais básicos, remédios de uso contínuo, uniformes profissionais. Muito do que você usa em casa é herança de seus pais ou comprado em mercados de pulgas. Você não acha que as coisas velhas são obsoletas se elas ainda funcionam bem. Alguns conhecidos seus têm carros com cinquenta anos de idade.
  21. Como não há muito com que gastar o que ganha (roupas são baratas, comida básica e remédios são de graça) e não faz sentido ficar empilhando dinheiro em casa, você provavelmente o gastará em festas e turismo. Como as jornadas de trabalho são mais curtas do que em um estado capitalista, as pessoas estão menos cansadas e as festas costumam ser arrasadoras.
  22. Festas são festas em todo lugar. Bebida, comida, música e paquera. As pessoas se vestem de um jeito careta, mas não parecem mais tão caretas quando tiram a roupa. E todo mundo sabe se prevenir de doenças, camisinhas são gratuitas e ninguém vive com medo do dia seguinte.
  23. O turismo, sim, é um problema. Você só pode viajar a outros países também comunistas. Mesmo nesse caso a viagem precisa ser bem combinada antes porque há lugares feitos para receber turistas e lugares aonde turistas não podem ir.
  24. Você provavelmente traiu sua mulher algumas vezes desde que se casaram. Ela também. E vocês não ligam para isso.
  25. Você tem muito tempo livre. Depois da jornada de trabalho, especialmente em dias de semana, não há realmente muita coisa para se fazer se você é solteiro ainda. Mas há bibliotecas, cinemas, teatros, festas, museus, e festas! Às vezes você é convocado para exercícios militares ou trabalho comunitário. Em tempos de paz, essas ocasiões costumam terminar com grandes festas também!
  26. Você não tem dívidas e mal consegue compreender o conceito. Você está acostumado a comprar coisas em prestações, mas geralmente você termina de pagar antes de receber o bem, então você não deve nada, de fato. Consumismo é algo que você estuda em livros de História e dicionários, se estuda. Muita coisa que você não possui você prefere pedir emprestado a um vizinho ou amigo.
  27. O dinheiro tem pouca função na sociedade. Muita coisa pela qual você pagaria os serviços de um profissional você mesmo faz (como consertar os vazamentos de seu banheiro, já que você estudou encanamentos na escola). Se não é bom nisso, você pede a um vizinho ou amigo que faça para você, e ele fará pela amizade ou em troca de você fazer por ele algo que você faz bem (como, talvez, consertar a janela dele, já que você é melhor marceneiro do que encanador). Por consequência disso, é possível a um “parasita” (isto é, um desempregado voluntário) viver durante anos sem ter um emprego, exclusivamente comendo a comida básica do centro de distribuição e suprindo o resto através deste sistema de troca de favores.
  28. Se ficar doente, você procura uma clínica local, mostrando sua carteira de identidade, e pede tratamento. Você talvez seja atendido por um ex colega de escola ou por um cara com quem você já tomou cerveja no bar. Se o tratamento for mais complexo, será enviado para um hospital maior. Tudo será de graça.
  29. Você compra tudo às dúzias ou grosas. Você ainda tem alguns lápis da caixa que seu pai lhe comprou quando você entrou para a escola. Mesmo depois de trinta anos eles ainda não acabaram. Você tem meia dúzia e calças iguais e duas dúzias de camisas brancas. A maioria dos produtos é indistinta e sem graça (os lápis são de madeira nua, as calças são de umas quatro ou cinco cores padrão e só há uma marca de bicicleta).
  30. Você participa do conselho local (“soviete”), seja como representante de seu prédio, de seu quarteirão, de seu bairro ou de sua profissão. Certa vez você foi eleito deputado ao conselho municipal. Talvez sua mulher esteja no soviete nacional das costureiras e tenha de ir à capital de vez em quando. Vocês consideram realisticamente a possibilidade de um dia serem membros do soviete supremo. Mas as eleições só são diretas no primeiro nível. A partir daí, cada conselho elege seus representantes nos conselhos acima.
  31. Não há partidos políticos e nem “campanha política”. As votações se baseiam nas reputações dos candidatos e em suas relações sociais.
  32. Se o estado ainda não foi dissolvido, existe um Conselho Supremo (Soviete Supremo), que é o último nível de poder. Em teoria ele é o responsável por nomear o Presidente, o Secretário-Geral, o Ministro do Interior etc.
  33. As principais funções do governo envolvem defesa e planejamento centralizado. Todo o resto é decidido localmente. Mesmo a polícia evita interferir em certos tipos de situações. Se o seu filho bater no filho do vizinho, é normal que as famílias resolvam o caso entre si e a polícia só apareça se o caso sair do controle (na opinião do inspetor de quarteirão, que a tudo observa, incógnito).
  34. Quando envelhecer você deixará voluntariamente sua casa para um de seus filhos e se mudará para um asilo.
  35. Você será provavelmente enterrado em uma sepultura temporária e mais tarde os seus ossos serão exumados e postos em um ossuário. Túmulos permanentes só são erguidos para celebridades.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *