Porque a música pop é “ruim”

Pela própria definição do termo, a música “pop” tem de ser ruim. Se por algum motivo o pop se torna bom, imediatamente adquire outro rótulo. Adicionado (como os subgêneros do rock) ou em substituição ao anterior, como a “black music” dos anos 1960 e 1970. Em qualquer forma de arte, o “pop” é a lata de lixo da cultura. Antes que o leitor se apresse a me agredir, esta não é a minha definição. A crítica musical, incluindo a crítica especializada em música pop, define […]

Os Dândis do Congo

“The Congo Dandies”, do canal Russia Today, abriu meus olhos para um fato que eu até já intuía, mas que nunca racionalizara, muito menos verbalizara: o impacto que a ideologia consumista tem sobre as culturas do mundo em desenvolvimento, notadamente gerando situações em que o fetiche da mercadoria *cria* subculturas. Infelizmente ainda não legendado em português, esse maravilhoso documentário explica de maneira bem bruta como o colonialismo destruiu e recriou a cultura popular de um país africano, o Congo. Tudo começou com os soldados congoleses […]

Ser “Gênio” em uma Sociedade Ignorante

Se concordarmos com Jiddhu Krishnamurti, que disse não ser grande prova de sanidade estar ajustado perfeitamente a uma sociedade doente, podemos assumir como corolário desta afirmação que “não é grande prova de genialidade ser reconhecido como brilhante por uma sociedade apagada”. A sociedade brasileira é majoritariamente composta por pessoas apagadas, episódios como o que acaba de ocorrer com o “menino do Acre” servem para comprovar a profunda falta de noção coletiva que nos acomete. Bruno Borges não tem culpa das expectativas e diagnósticos que lhe […]