O Regionalismo Terá Sido Reduzido a uma Estética de Exotismo?

Estou retornando ao Medium, depois de muito tempo, porque aqui me encontrei com uma polêmica muito importante, que merece ser levada adiante. É algo sobre o que já escrevi no passado, mas que sempre vale a pena repisar, porque o futuro ainda está em aberto e se trata, neste momento, de uma luta pela alma…

O Livro Mais Perigoso de Todos os Tempos

A literatura europeia dos séculos XIII a XIX está repleta de obras com títulos curiosos em latim e versando sobre problemas espirituais, feitiçaria, alquimia, magia e coisas afins. Entre estas obras encontramos os livros de feitiçaria propriamente ditos, os “grimórios”, os tratados de teologia escritos por gente supersticiosa e também algumas primitivas obras de investigação…

Por que sonhamos com ditadores benevolentes?

Você provavelmente já encontrou em alguma obra literária, ou em um filme que assistiu recentemente, a ideia do ditador benevolente. Antes de dizer que não, pense outra vez, preste atenção que essa ideia costuma vir bem embrulhada. Tanto assim que, nem quando o ditador se comporta da maneira como normalmente os tiranos se comportam a…

Os Casacos Azuis

A escuridão é um lugar confortável para a minha gente. Estamos acostumados a ela desde há tantos séculos que nem nos lembramos mais; porém; quando a noite é alta, a lua está redonda e uma brisa fria vem cortando; os homens olham para cima com receio e as mulheres, com medo, para os lados. O…

O Dia em Que Anna Maria Machado Virou Ozzy Osbourne

Somos ainda um país em luta contra uma limitação incapacitante de nossa cultura: nosso difícil relacionamento com o conhecimento de uma maneira geral e com a palavra escrita de forma particular. Este autor já se aventurou, em vários momentos, a comentar manifestações dessa relação conflituosa do brasileiro médio com os elementos característicos da cultura formal….

Quando Meus Personagens Se Revoltaram Contra Mim

Lembro-me como se fosse há setenta anos, posso jurar. Você acreditaria se lhe dissesse que tudo começou numa noite escura e tempestuosa, como nos filmes de terror barato? Bem, não foi exatamente assim, só parecido. Estava escuro porque algum moleque soltando papagaio causara um curto-circuito na fiação da rua. Era noite, obviamente, mas o máximo…

Ser “Gênio” em uma Sociedade Ignorante

Se concordarmos com Jiddhu Krishnamurti, que disse não ser grande prova de sanidade estar ajustado perfeitamente a uma sociedade doente, podemos assumir como corolário desta afirmação que “não é grande prova de genialidade ser reconhecido como brilhante por uma sociedade apagada”. A sociedade brasileira é majoritariamente composta por pessoas apagadas, episódios como o que acaba…

A Defesa da Jornada do Herói Através de Falácias

Falácias são erros lógicos em uma argumentação. Um argumento bem estruturado e válido precisa basear-se em elementos reais (postulados válidos) e ter uma relação clara de causa e efeito entre as premissas (as etapas do argumento) e a conclusão final. Quando, mesmo com postulados verdadeiros, a conclusão é absurda, temos um erro de lógica, a…

Livros “Perigosos”

A formação psicológica do ser humano passa por fases nas quais é natural e esperado que tenha “ídolos” em quem se espelhe. Autores, enquanto humanos que são, passam por isso. O amadurecimento do autor é um processo que passa pela superação da idolatria, substituindo-a por uma reflexão mais profunda sobre a arte. Esse processo implica…

Render-se à Jornada do Herói é Conformar-se

Veja bem. Há uma quantidade limitada de elementos possíveis na ficção. Cabe ao autor utilizar esses elementos de uma forma sábia, para construir uma história legal. Eventualmente você pode até descobrir um elemento novo, mas não veja isso como obrigação. Aqueles que propõem a Jornada do Herói como um paradigma obrigatório estão, porém, muito errados….