Os Crimes dos Autores

Há algum tempo, em 2017, eu escrevi um ensaio intitulado «O Que Fazer com a Arte de Pessoas Execráveis?» que era mais ou menos sobre isto. Minha opinião mudou um pouco desde então, mas permanece coerente no essencial. Devemos ter muito cuidado ao condenar a obra por causa do autor. Comecemos por uma história contada…

Não Existem Prazeres Simples, Simplesmente Existem Prazeres

Toda mensagem tem um emissor e um destinatário. Conseguir encontrar o tom correto é essencial para que ela seja sequer compreendida, quanto mais apreciada. Em geral as mensagens mais efetivas são aquelas em que o interlocutor não tem de processar informações novas. Porém a escrita não se limita à sua função comunicativa. Há diferentes tipos…

Meu Nome Está… Errado

Muita gente pronuncia meu sobrenome errado, mas isso não me incomoda tanto porque nossa língua é bem dialetada e pronúncias divergentes são aceitáveis. Então tanto faz se você me chamar de “Gouvêa”, “Goveia”, “Gouveia”, “Govêa” etc. Desde que não pratique o velho hábito de alternar entre “ou” e “oi” eu vou entender e perdoar. O…

E de "Elefante"

Tudo indica planos antigos do João Santos, dando por fim num safári combinado com discrição a poucos dias da confirmação da partida. Tudo no cartão, dividido para não ficar muito no orçado — mas como muito funcionário público da alta roda, não havia motivo para o cuidado: havia fundos para isso ou mais, mas João…

Uma Fábula Cataguasense

Cataguases de antigamente, cidade que evapora da memória como chuva no estio. Cidade em que aconteciam coisas estranhas que nossos pais contavam e que agora, idosos, eles ficaram com vergonha de contar, porque o mundo novo admirável gosta de rir das histórias de antigamente. Havia na cidade uma leiteria anexa à Cooperativa Agropecuária de Cataguases,…

O Plano da Terra Plana

Espanta-me que entre tantos absurdos legais e filosóficos que seguem sendo perpetrados nesse ano da desgraça de 2019 tenha vindo à baila a ideia torpe da “Terra Plana”, defendida pela boca de um idiota elevado à quinta potência e empoderado por conluios ininteligíveis. Voltaire escreveu em sua obra “Questões sobre os Milagres…” uma frase muito…

Rosa e o Brasil pretérito

“Viver é um rasgar-se e remendar-se”. De Guimarães Rosa, constante do Grande Sertão: Veredas, o livro-síntese do Brasil que já não existe. De tanto me rasgar e me remendar eu já sou outro, que apenas se lembra de quem foi um dia. Esta frase é profundamente existencialista quando você a analisa mais profundamente, pois ela…

Olavo de Carvalho e os Brasileiros Inteligentes

Eu amo esta frase do Paulo Freire e a uso sempre que posso: “se a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é se tornar o opressor”. Isso, claro, explica as pessoas de classe média baixa que se deslumbram com o mínimo de ascensão social que obtêm, mas o que acontece àqueles que já…

O Sono dos Justos

Uma das coisas mais viciantes do mundo é o sono. Quando você se acostuma a dormir bem, depois não quer parar mais. No começo está tudo bem, você dorme cinco horas agitadas cada noite, acorda e se firma de pé a a poder de muito café e vai trabalhar. Mas um dia qualquer resolve dormir…

Doe Livros, Não Comida

Demorei a escrever sobre o assunto para poder refletir com calma e não cair em nenhuma das claques de apupos ou aplausos que se seguiu à atitude do blogueiro Felipe Neto, que adquiriu milhares de exemplares de um livro que alguém pretendia censurar por conter uma cena de beijo entre homens (me recuso a usar…