Por que certa parte da esquerda odeia a lógica?

Correndo o risco de perder muitas amigas feministas, ouso postar aqui uma crítica a um artigo recente da revista Úrsula, de autoria de Lourenço Fernandes, no qual se encontra um ataque bastante virulento a um certo tipo de debate que costuma ocorrer atualmente. Em primeiro lugar, é preciso salientar que o fenômeno analisado por Fernandes…

O Pior Guitarrista do Mundo?

A humanidade não cessa de me decepcionar. A baixeza moral de que os seres humanos são capazes consegue ser, às vezes, tão deprimente, que você se sente tentado a rezar pela vinda de um meteoro que livre esse infeliz planeta de uma espécie tão patética. Hoje tomei conhecimento da história do “pior guitarrista do mundo”,…

Às vezes não é “manterrupting”: é só falta de educação mesmo.

Às vezes, a gente tem uma vontade danada de dar uma opinião, mas nem sempre isso é a melhor coisa a fazer. Nunca se deve interromper um adversário enquanto ele está dizendo uma besteira e nunca se deve debater com alguém que pensa o oposto pensando em “ganhar”. Em qualquer confronto de ideias, quem “ganha”…

Sinais de que o relacionamento pode ter mesmo acabado

Já fazem três dias desde que ele/a saiu de casa e não ligou de volta e nem voltou para buscar o resto de seus pertences que não levou. Você ligou, o número estava fora de área ou desligado. Falando nisso, os pertences que ficaram são principalmente roupas velhas, móveis grandes demais para serem carregados, eletrodomésticos…

19 Microcontos de Cortar o Coração

Alexandre não consegue abandonar seu filho, apesar de toda a desobediência do rapaz, depois dos anos de vício, da separação forçada e da insistência dele de chamar diversos exorcistas. Beatriz deixou há tanto tempo de escutar as colegas de trabalho que ainda não sabe que nenhuma delas lhe dirige a palavra mais. Na quinta-feira da…

Nem todo aquele que diz ser intelectual o é

Dizer-se intelectual não é o mesmo que ser. Certas designações só fazem sentido quando recebidas, nunca quando autoatribuídas. Não é por andar com livros que a gente fica doutor, as traças vivem com eles, devem sabê-los de cor. O Brasil não é um país caracterizado pelo grande número de intelectuais, muito menos por sua grande…

O dia em que a música caipira fez o Brasil progredir nos costumes

A música caipira não é normalmente associada a uma mentalidade progressista nem à liberação dos costumes. Muito pelo contrário: idealiza um passado de pureza perdida em que os homens eram os homens, as mulheres eram bonitas (mas submissas), ser fazendeiro era ser uma espécie de rei e o boiadeiro era nosso herói, uma mistura de…

Ninguém Avisa que o Imperador Está Nu

Uma característica do autoritarismo quando se instala é destruir o diálogo das lideranças com as equipes de assessoria. Isso acontece porque, se o líder é tirânico, ninguém quer passar pela tensão de confrontá-lo. Até os melhores profissionais preferem a discrição. O líder autoritário tende a adotar uma cadeia de comando em estilo militar, em que…

O Conversador

Eu tenho a mania de conversar sozinho, mentalmente. Só que as vezes eu esqueço esse cuidado e começo a sussurrar. Quando percebo que isso aconteceu, olho em volta e começo a assobiar. Eu não sei assobiar. Quando eu converso sozinho, costumo fazer muitas perguntas a mim mesmo. Nem sempre sei as respostas de todas. Então…

Sofredores Enxergam Sofredores

O sofrimento não parece ser algo tão comum quanto realmente é. Uma possível razão disso é que sofrer não é socialmente aceitável, é quase uma falha de caráter ou um tipo de imundície. A etiqueta nacional prescreve que o bom brasileiro deve estar sempre com um sorrisão bonito e uma carinha luminosa, porque somente assim…

Porque a música pop é “ruim”

Pela própria definição do termo, a música “pop” tem de ser ruim. Se por algum motivo o pop se torna bom, imediatamente adquire outro rótulo. Adicionado (como os subgêneros do rock) ou em substituição ao anterior, como a “black music” dos anos 1960 e 1970. Em qualquer forma de arte, o “pop” é a lata…

A Estranha Onomástica Brasileira

O Brasil tem uma antiga tradição de nomes curiosos, às vezes ridículos, que os pais dão aos seus filhos; um hábito que vem desde os primeiros anos após a independência. É uma tradição que passou por diversas fases conforme a orientação cultural do país e sua política externa. Embora eu não seja uma autoridade no…